O exercício de brincar e criar, porém, não é um mero passatempo. É um dos exercícios mais importantes que fazemos na vida. Por meio destas atividades aparentemente simples, aprendemos a inovar, a encontrar soluções, a viver novos papéis, a lidar com as frustrações, a formar laços e com isso, áreas do nosso cérebro relacionadas à capacidade de tomar decisões, à memória, ao raciocínio lógico, à antecipação de consequências e até aquelas ligadas à empatia e à inteligência emocional são desenvolvidas.Leia mais

Está chegando o dia dos namorados e em tempos modernos muita gente fala em contrato de namoro. Será que existe? Quem irá nos conta sobre isto é o advogado Paulo Akiyama, Contrato de namoro não existe *por Paulo Akiyama Dia dos namorados está chegando. Já posso imaginar as filas intermináveis emLeia mais

Por Isaías Albertin de Moraes e Fernando Antonio da Costa Vieira O ano de 1917 foi extremamente singular para o Brasil. No contexto da 1ª Guerra Mundial (1914-1918), ocorreu expansão industrial, alargando-se o setor produtivo de bens de produção e de alguns bens de consumo de luxo.  Entretanto, se asLeia mais

Por Sérgio Mauro O processo é sempre o mesmo, entra governo, sai governo, ao menos nos países que adotam as várias formas de democracia. No entanto, o governo que sai diz ter procurado fazer o melhor possível, dentro dos limites a que teve de se sujeitar; o que entra culpaLeia mais