Eleições SISMUB: apuração é marcada por diferença de número de assinaturas e votos

Na noite desta quarta-feira, dia 24, foi realizada no auditório do Complexo Integrado de Emergência e Mobilidade CISEM a apuração da eleição da nova diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de Bragança Paulista.

A chapa 1, que tinha como candidato o já presidente, Carlos Alberto Martins, foi eleita com 830 votos. A chapa 2 obteve 301 votos, enquanto que a chapa 3 teve 260 votos e a chapa 4 conquistou 130 votos.

Houve ainda 23 votos brancos e 20 votos nulos.

Todo o processo eleitoral do SISMUB foi bastante tumultuado e na apuração não foi diferente.

Ao abrir a urna de número 5 foram contabilizadas 316 assinaturas, porém havia apenas 306 cédulas na urna.

Já na urna de número 7, tinham 208 assinaturas e 217 votos.

Este fato levantou suspeita das outras chapas participantes e o caso pode ir parar na justiça.

Os integrantes das chapas 2, 3 e 4 que acompanhavam a apuração, em tom de ironia, aplaudiram os eleitos.

O presidente reeleito, Carlos Alberto, em entrevista, aproveitou entretanto, para lembrar que amanhã, dia 25, a partir das 18h30, acontece a assembléia da categoria referente a negociação salarial e pediu que os concorrentes derrotados participem da mesma, para que possam cobrar o prefeito do tão esperado aumento, visto que ano passado não tiveram nenhum reajuste.

O SISMUB pleiteia aumento salarial de 20%, sendo parte deste valor de aumento real e parte de reposição salarial com base na inflação.

Também pleiteiam o aumento do vale alimentação para R$ 600,00, implantação de ticket refeição de R$ 15,00 por dia, subsídio para o Plano de Saúde e valor do Vale Transporte em dinheiro.

 No início do mês, a Divisão de Imprensa da Prefeitura, explicou que a administração municipal recebeu as propostas e estava “realizando estudos de impactos financeiros, considerando ainda a lei de responsabilidade fiscal”, sendo que “após estes estudos a  municipalidade iniciará as tratativas junto com o sindicado dos servidores.
Até o final da apuração, segundo Carlos Martins, nenhuma tratativa foi feita, bem como nenhum ofício foi recebido pelo SISMUB sobre o assunto.

 

Facebook Comments