Lista indica falta de mais de 30 medicamentos no Posto do Lavapés

Na tarde de terça-feira, dia 26, a reportagem do Bragança em Pauta, recebeu uma denúncia de que está faltando diversos medicamentos no Posto de Saúde Dr. Lourenço Quilicci, no Bairro do Lavapés.

O local é o mais tradicional posto de saúde da cidade e na lista afixada na farmácia há uma indicação de que faltam mais de 30 medicamentos.

São eles: Aciclovir, Ácido Fólico, Alendronato de Sódio, Atenolol, Bamifilina, Carbonato de Cálcio + Vitamina D, Cefalexina Cápsula, Cimetidina, Claritromicina, Complexo B, Dexclorfeniramina Xarope (Polaramine), Dexametasona Colírio, Digoxina, Doxazozina, Diosmina +Hisperidina (Daflon), Dimenidrinato + Vitamina B6 CP (Dramin B6), Enalapril 5mg e 20mg, Espironolactona 25mg, Hipromelose Colírio (Lacribell), Ibuprofeno CP, Isossorbida 25 mg, Levotiroxina 25mg e 50 mg, Itraconazol,  Ivermectina, Metformina 850 mg, Metoprolol 100mg,  Miconazol Creme, Nifedipino 10mg e 20mg, Nistatina, Óleo Mineral, Piroxicam, Plantago Ovata (Metamucil), Ranitidina, Salbutamol Spray, Sulfato Ferroso CP, Sinvastatina,  Sulfadiazina de Prata Pomada, Tiamina e Verapamil.

Entre os medicamentos alguns são de uso contínuo para controle de pressão arterial como por exemplo o Verapamil e o Atenolol, medicamentos de controle de osteoporose como o Alendronato de Sódio, medicamentos de controle de tireoide como o Levotiroxina, e de controle de colesterol como Sinvastatina, ou seja, medicamentos de uso contínuo, cujos pacientes não podem abandonar seus tratamentos.

Quando terceirizou a gestão da saúde, para a Associação Brasileira de Beneficiência Comunitária (ABBC), o objetivo da Prefeitura, era justamente que não houvesse mais falta de medicamentos no posto, objetivo este que parece não ter sido alcançado.

Além da falta de medicamentos, vale ressaltar que o Posto de Saúde do Lavapés aguarda desde o início do ano uma reforma, já que o piso superior foi interditado por causa das fortes chuvas. Por causa disto, o Programa de DST/AIDS inclusive foi transferido do local, com o objetivo do posto passar por reformas, mas nada aconteceu até o momento.

Conforme o apurado pela reportagem, a falta de medicamentos não é uma exclusividade do Posto do Lavapés.

Facebook Comments