Há mais de uma semana a reportagem do Bragança Em Pauta vem denunciando que médicos que atendem nas unidades de saúde do município estão em greve por que estão com salários atrasados.

 

Os médicos são contratados pela Associação Brasileira de Beneficência Comunitária (ABBC), organização social responsável pela gestão compartilhada da saúde no município e nesta tarde, a Prefeitura de Bragança Paulista informou que suspendeu o repasse à entidade já que a ABBC não apresentou à Prefeitura um documento chamado certidão negativa de débitos.

Isto significa, que a entidade tem pendências financeiras e por isto, não possui tão certidão.

Como a Prefeitura ficou fechada uma semana, por causa dos pontos facultativos por causa do Dia do Servidor Público e Dia dos Finados, a reclamações da população foram amenizadas, já que as unidades de saúde também estavam fechadas.

Esta não é a primeira vez que a entidade atrasa salário dos médicos. Denúncias de atraso inclusive no recolhimento de impostos, já foram apresentadas também à Câmara Municipal.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo considerou irregular os contratos da entidade com a Prefeitura, firmados em 2013.

Em nota, a Prefeitura informou que está notificando a empresa sobre a falta de médicos nas unidades e que assim que a ABBC apresentar a certidão de débitos, fará a regularização do pagamento à entidade.