A Associação Brasileira de Beneficência Comunitária (ABBC) quer se tornar uma entidade filantrópica, a informação chegou a reportagem do Bragança em Pauta dias depois que a foram feitas denúncias de que a entidade está com os salários dos médicos e dentistas atrasados.

A ABBC é responsável pelo gerenciamento compartilhado das unidades de saúde de Bragança Paulista e da UPA Vila David e SAMU, desde 2013. Os contratos com a Prefeitura, foram julgados irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e foram prorrogados pela Prefeitura até março de 2017. A entidade anunciou que irá recorrer da decisão do TCE.

O Conselho  Municipal de Saúde se reunirá na sexta-feira, dia 4, de novembro, no auditório da Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito, Transportes e Defesa Civil, a partir das 8h30 para deliberar sobre “convênio de serviços gratuitos que a ABBC irá ofertara ao município para conseguir título de entidade beneficente e filantrópica”.

Na convocação não consta quais são este serviços gratuitos.

Se tornando entidade filantrópica, a entidade recebe benefícios como isenção de alguns impostos.