Atualizada às 23h40

Por volta das 18h aconteceu um acidente de trânsito no Jardim Europa, em Bragança Paulista. O acidente envolveu uma van escolar, com 16 crianças da  Escola Municipal Ladislau Leme. As crianças têm entre 6 e 10 anos.

Populares foram os primeiros a prestar socorro às crianças e também ao motorista e monitor do veículo.

Em contato com o Bragança Em Pauta, uma das pessoas que prestou este atendimento disse que as crianças estavam nervosas. Ele disse ainda que nenhuma aparentava ferimentos graves. O monitor e o motorista estavam atordoados com a batida e não conseguiam abrir as janelas de emergência.

Foi então que voluntários entraram na van para socorrer às crianças. Um deles relatou à reportagem que chegou a entrar bastante água do ribeirão no veículo.

O acidente aconteceu quando o motorista descia com o veículo pela Alameda Alemanha, no Jardim Europa. Por motivos a serem apurados, ele perdeu o controle da van, que desgovernada seguiu em direção ao ribeirão.

Contrato

A Prefeitura de Bragança Paulista divulgou uma nota oficial sobre o assunto informando que dentro da van estavam 16 alunos  Escola Cel. Ladislau Leme, na Santa Luzia. Informou ainda que o transporte era feito pela empresa TRANSBRAGANÇA.

Atualmente, o transporte de alunos no município é realizado através de contrato emergencial. A reportagem do jornal Bragança Em Pauta, buscou informações sobre o contrato no site da Prefeitura, mas não obteve detalhes.

Desde agosto, quando o sistema de informática da Prefeitura mudou para a Sisvet a disponibilidade de dados de licitação e dispensas está confusa e prejudicada.

Lei municipal que trata sobre o transporte de alunos no município exige que os veículos utilizados tenham menos de 12 anos. Porém, a Prefeitura pode exigir através de edital de contratação período inferior de uso. A van que se envolveu no acidente possui 8 anos de uso, já que a fabricação é de 2010. No edital que a Prefeitura homologou recentemente, a exigência é de 8 anos, ou seja, se a contratação emergencial exigir o mesmo, a idade do veículo está no limite.

O  Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Agentes de Trânsito,  Guarda Civil Municipal, Polícias Civil e Militar,atenderam a ocorrência.

Em nota a Prefeitura divulgou que os Secretários Municipais de Educação Kátia Daidone, de Saúde Marcus Leme e de Segurança e Defesa Civil Alexsandro Olegário da Silva, que se dirigiram ao local para prestar a  assistência necessária.

Estado de saúde das crianças

A Prefeitura informou ainda que 4 crianças e o motoristas foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento Vila Davi.  Além disto, oito crianças foram levadas à Santa Casa e outras quatro ao HUSF.

Às 21h40, a Prefeitura informou que duas crianças ficaram internadas em observação na Santa Casa e as outras foram liberadas. Das crianças levadas para o HUSF, duas também já foram liberadas, uma deve ser liberada nas próximas horas e outra permanecerá internada.

A reportagem do Bragança Em Pauta apurou que uma das crianças quebrou a clavícula, mas já teve alta médica.

Ainda em nota, a Prefeitura lamentou o acidente e informou que o Prefeito Jesus Chedid determinou  instauração de uma sindicância para apurar o ocorrido.

 

 

 

Deixe uma resposta