ACOMPANHE EM TEMPO REAL JULGAMENTO TSE JESUS CHEDID

8h57 – Sessão da Corte do TSE terá início a partir das 10h. Caso de Bragança está em segundo na pauta. Sessão contará com os seguintes ministros: Gilmar Mendes, Rosa Weber, Teori Zavascki, Herman Benjamin (relator), Napoleão Nunes Maia Filho, Henrique Neves da Silva e Luciana Lóssio.
O ministro Luiz Fux justificou sua ausência.

9h35 – Defesa e acusação deverão apresentar suas sustentações. Eduardo Rangel de Alckmin falará em nome de Jesus Chedid e seu grupo e Rafael Alencar de Araripe Carneiro em nome de Gustavo Sartori e sua coligação.

9h50 – Assessoria de Imprensa do TSE informa que não é porque o processo é o segundo da pauta, que necessariamente será o segundo a ser julgado.

10h24 – Sessão tem início.

10h26 – Tem início o julgamento de Jesus Chedid.

10h30 – Eduardo Rangel de Alckmin faz a defesa de Jesus Chedid e ressalta que como foi afastado do cargo em 2005 Jesus não poderia ser acusado de não ter pago os precatórios.

10h33 – Rafael Carneiro inicia sua sustentação oral e diz que houve  improbidade administrativa e, portanto, em sua visão, má fé no não pagamento dos precatórios.

10h50 – Ministro Herman Benjamin pede vistas do processo. Vistas regimental.

10h53 – Ministro Tarcísio Vieira apresenta seu voto. Ele afirma que não houve dolo no não pagamento dos precatórios. Ministro Herman Benjamim disse que o voto de Tarcísio Vieira foi feito as 2h da madrugada.

10h59 – 3 x 1 é o placar da votação a favor de Jesus Chedid. Votaram a seu favor os ministros Tarcísio Vieira, Napoleão Nunes Maia Filho e Luciana Lóssio. O voto contrário é de Herman Benjamim.