Acusado de incendiar jovem se entrega na Delegacia da Mulher

David William, de 26 anos, se entregou nesta terça-feira, 3, em Bragança Paulista, na Delegacia de Defesa da Mulher, acompanhado de seu advogado. Ele é o principal suspeito de ter matado a jovem Luana Aparecida de Oliveira, de 19 anos. Ele, no entanto, nega o assassinato.

 

O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira, 26, na Vila Bianchi, em Bragança Paulista. A jovem teve o corpo queimado enquanto dormia. Ela chegou a pedir socorro e foi levada para o Hospital Universitário São Francisco (HUSF), passou por cirurgia, mas não resistiu.

Luana faleceu na manhã do dia 27 e desde o dia do crime, a Polícia Civil trabalhava em busca do namorado, que estava foragido.

O rapaz, segundo a delegada, Denise Jordão, não apresentava marcas de ferimentos causados por fogo e negou o crime. Ele disse que resolveu se entregar porque estava se sentindo acuado.

Chamou atenção da polícia, além do fato dele estar foragido desde o dia do crime, que ele não permaneceu escondido em um só lugar, ou seja, vinha mudando de esconderijo, o que estava dificultando o trabalho da polícia.

As investigações do caso continuam. Luana, apesar de conhecer o acusado há anos, e ter um relacionamento com ele de idas e vindas, estava morando com ele apenas há cerca de 15 dias e segundo testemunhas, as brigas eram constantes.

A prisão temporária do acusado já foi decretada, sendo ele encaminhado para a Cadeia Pública de Piracaia.

Se você quiser ficar sempre por dentro das últimas e principais notícias policiais de Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse nossa aba especial no site, ou nossa página de noticias policias no face:

https://bragancaempauta.com.br/category/policia/
https://www.facebook.com/policiaempauta

Deixe uma resposta