José Eduardo de Andrade, de 42 anos, mais conhecido como Duzinho, foi baleado na perna durante uma ação da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE).

Tudo começou na Rua Epifânio Villaça, na Vila Bianchi, por volta das 13h.

Duzinho teria sido baleado após resistir à prisão e tentar esfaquear um policial civil.Policiais estavam investigando tráfico de drogas em um bar naquela rua e passaram a observar o movimento.. Foi então que avistaram o suspeito escondendo uma sacola em sua roupa.

Os policiais tentaram o abordar, mas ele tentou fugir a pé, e foi perseguido até a Rua São Vicente de Paula, onde segundo os registros policiais teria entrado em luta corporal com um policial.

Quando percebeu que seria preso, ele sacou então uma faca, que estava na sacola e ameaçou o policial, fugindo novamente.

O policial deu então um tio de advertência no chão, mas o acusado continuou fugindo, tentando entrar em uma residência.

Segundo os registros, o policial mandou o José Eduardo, deitar no chão, e o mesmo fingiu que ia obedecer a ordem, mas pegou algumas pedras no chão e as atirou contra a polícia.

Em seguida, pegou novamente a faca e investiu contra o policial, que então efetuou o disparo em sua perna.

José Eduardo, que já tinha passagens pela polícia, e saiu da cadeia em abril de 2014, foi socorrido pelo Samu ao Hospital Universitário da cidade , onde permanece sob escolta policial, devendo ser preso após ter liberação médica por tráfico de drogas, resistência e lesão corporal dolosa.

O policial sofreu apenas escoriações. A droga e a faca foram apreendidas.

 

 

tópicos: