Fotos: Tudo que Acontece em Bragança

Com a chegada dos dias quentes e aproximação do verão, aumentam os riscos de afogamento.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o afogamento aparece como uma das principais causas de mortes no Brasil, que já supera os 6.500 casos por ano.

As crianças ainda são as principais vítimas, sendo considerada a segunda causa de morte entre os pequenos de um a nove anos de idade.

O afogamento registrado no último final de semana na represa, na cidade de Vargem, serve como alerta.

De acordo com o registrado, Gilvan Oliveira da Silva Santos, de 28 anos, estava com uns amigos na represa, no sábado, dia 5, e ao mergulhar não voltou mais. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 14h. O corpo do rapaz, foi encontrado por volta das 16h.

Para evitar transtornos, sustos e garantir um verão tranquilo é importante seguir algumas recomendações:

  • Se você for nadar, evite a ingestão de álcool, independente da escolha entre mar ou piscina.
  • Respeite a sinalização das praias, onde bandeiras vermelhas indicam alto risco de afogamento
  • Certifique-se da profundidade das piscinas antes de mergulhar e reconhecer os próprios limites.
  • Se não souber nadar evite se aventurar no fundo
  • Nunca deixe uma criança sozinha e principalmente na praia, coloque uma pulseira de identificação na criança.

Em caso de afogamentos, é necessário também manter a calma. Ao invés de entrar no mar ou na piscina para salva alguém, chame o salva-vidas ou o Corpo de Bombeiros.