Alunos do IF Bragança fazem passeata em defesa da Educação

Alunos, professores e funcionários do Instituto Federal (IFSP), campus de Bragança Paulista, fizeram uma passeata na manhã desta terça-feira, 15. A passeata em defesa da Educação saiu do Jardim São Miguel em direção à Prefeitura.

O movimento ocorreu simultaneamente em diversas cidades do Brasil. Ele foi deflagrado após anúncio de bloqueio de verbas federais do Ministério da Educação para universidades públicas. Os cortes também devem atingir  unidades do IFSP. Após o anúncio polêmico, no entanto, o governo anunciou que não se tratam de cortes e sim de contingenciamento.

Em nota divulgada no site do MEC, o Ministro Abraham Weintraub ressaltou que “o governo deve seguir as previsões mensais da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)” e que “o governo tem administrado os recursos à espera da aprovação da Nova Previdência no Congresso”.

Protesto em Bragança

As manifestações em Bragança tiveram início por volta das 8h no próprio campus do IF.  Além de uma roda de conversa onde todos puderam expor suas opiniões, os alunos confeccionaram cartazes contra o corte de verbas na Educação.

A passeata teve início por volta das 10h35 e se encerrou por volta de 13h20. A manifestação se encerrou na frente da Prefeitura de Bragança Paulista. Na oportunidade representantes do movimento falaram com o prefeito Jesus Chedid.

Antes disto, porém, os alunos chegaram a parar em frente à Câmara Municipal, ao Fórum e também na rotatória da Avenida Alberto Diniz. Nestes pontos, eles entoaram gritos de protesto e chamar atenção de quem passava pelo local.

Todo o trajeto foi acompanhado pela Polícia Militar , Guarda Municipal de agentes de trânsito. Entre os gritos de guerra, estavam pedidos para que os motoristas tivessem paciência afinal o protesto é para uma Educação de qualidade para todos. A Polícia Rodoviária Estadual acompanhou o movimento no trecho da Rodovia Capitão Barduíno.

No final da passeata os manifestantes escreveram no asfalto IF com os livros que carregavam a fim de mostrar que a luta é pela educação. Além disso, deixaram claro que não se trata de um movimento político partidário.

Jesus Chedid conversou com os manifestantes

Os manifestantes não entraram na Prefeitura, onde guardas municipais faziam uma barreira. Eles ocuparam a faixa da pista sentido Lago/Lavapés da Avenida Antonio Pires Pimentel. E foi ali mesmo que eles foram atendidos pelo prefeito Jesus Chedid.

O Jornal Bragança Em Pauta, acompanhou o movimento do inicio ao fim. Com exclusividade, aliás,  registramos o momento em que o prefeito Jesus Chedid atendeu os representantes do movimento.

O prefeito parabenizou os manifestantes pelo protesto. Ele confessou também ser contra o corte na educação, admitindo a importância do IF não só para Bragança Paulista mas para toda região.

Confira as imagens:

A questão de verbas para educação é polêmica. Para ajudar você a fazer uma reflexão sobre o tema e conhecer um pouco mais sobre o IF Bragança, o Em Pauta Entrevista de sexta-feira, 17, abordará esta questão. Então anota na agenda: dia 17, a partir das 19h, no nosso canal do Youtube, bem como no Bragança Em Pauta no facebook tem Em Pauta Entrevista, ao vivo e você pode participar mandando seus questionamentos.

Fotos e videos: Filipe Granado