Associação faz apontamentos sobre Plano Diretor para vereadores

A Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região Bragantina (AEAARB) apresentou alguns apontamentos sobre Plano Diretor para vereadores de Bragança Paulista.  A reunião aconteceu na noite de segunda-feira, 30, na sede da entidade.

Apesar do convite ter sido aberto a todos os vereadores apenas cinco estiveram presentes:. Foram eles: Basílio Zecchini, Marcus Valle, Moufid Doher, João Carlos Carvalho e Quique Brown.

O novo Projeto do Plano Diretor é de autoria da Prefeitura em parceria com a Universidade São Francisco (USF) e está tramitando na Câmara Municipal.

Antes de apresentar os apontamentos, a AEAARB fez diversas reuniões internas com um Grupo de Trabalho da AEAARB coordenada pelo arquiteto Joca Vasconcellos que é vice-presidente da entidade. O grupo é composto também pelo arquiteto André Barletta e pelo engenheiro Civil José Luís Pédico.

Durante o mês de setembro os três se reuniram com os associados, todas às segundas-feiras para fazer os levantamentos necessários, item por item.

Entre os apontamentos, aliás estão alguns erros de redação, além de erros técnicos. Os apontamentos foram explicados aos vereadores item por item.

O engenheiro Marcelo Perrone, presidente da AEAARB deve participar da sessão de hoje, 1, a convite do vereador  Basílio Zecchini para falar sobre o assunto.

Porque a entidade não participou antes?

Embora alguns associados tenham participado das discussões da construção do plano, anteriormente, Marcelo Perrone, lembrou que a entidade não participou de forma oficial antes já que a nova diretoria assumiu em meados de julho. Entre 2017 e 2019 a diretoria tinha apenas um representante provisório.

Acrescentou ainda que a entidade reúne diversos profissionais capacitados para efetuar os apontamentos já que é composta por engenheiros, arquitetos e agrônomos de toda região e que assim que tomou conhecimento do texto final que foi apresentado à Câmara Municipal em agosto, iniciaram-se os trabalhos.

Para o vice-presidente da entidade, Joca Vasconcellos, com a atual proposta do Plano Diretor, encaminhada para a aprovação pelos vereadores, os setores produtivos de nossa cidade serão desestimulados, consequentemente não se sustentarão e perderão a competitividade com as cidades vizinhas. “O momento exige reflexão e atitude de todo nós”, disse.

Os apontamentos feitos pela associação, aliás,  já foram protocolados na manhã desta quarta-feira, 1, na Câmara Municipal.

Vale lembrar que enquanto a revisão não é concluída as construções de novos empreendimentos em Bragança Paulista continuam proibidas seguindo determinação do prefeito Jesus Chedid.

Leia + https://bragancaempauta.com.br/aprovacao-de-novos-loteamentos-e-suspensa-em-braganca-paulista/

Deixe uma resposta