Na noite de sexta-feira, 4, uma forte chuva castigou as cidades de Atibaia e de Bragança Paulista. Vários pontos das duas cidades, novamente ficaram alagados e vias foram interditadas. No sábado, 5, tanto a Defesa Civil de Atibai como a de Bragança Paulista divulgaram notas com os estragos causados pela chuva.

Chuvas em Bragança Paulista

De acordo com o relatório da Defesa Civil de Bragança,  a forte chuva teve início por volta das 19h50. O volume médio de chuva foi de 50,5 mm e os ventos chegaram a 33,5 km/h.

Segundo a Defesa Civil, de todas as estações meteorológicas instaladas no município a instalada na Água Comprida foi a que registrou maior volume de chuva. Confira os índices pluviométricos:

– Jardim São Miguel 50,0 mm
– Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Júlio Mesquita) 47,0 mm
– Lavapés 50,0 mm
– Secretaria Municipal Esportes (Lavapés) 45,0 mm
– Jardim do Cedro 50,0 mm
– Água Comprida 61,0 mm

Por causa da chuva e do vento forte foram registradas queda de árvore em dois lugares. São eles: Avenida dos Imigrantes na altura do Jardim São Lourenço e Avenida Luíz Gonzaga Leme, no Jardim Águas Claras.

Pontos de alagamentos em Bragança

Além disso, houve diversos pontos de alagamentos. As vias afetadas foram:

– Avenida José Gomes da Rocha Leal
– Rua Tupy
– Vila Malva,
– Rua Jerônimo Martins Carreteiro,
– Rua 19 de Abril,

Elas chegaram a ser interditadas durante o temporal, no entanto, até as 23h30 todas estavam com o trânsito liberado novamente.

A Prefeitura prestou apoio e atendimentos para famílias de residência atingidas. Os atendimentos aconteceram, por exemplo, na Rua 19 de Abril, na Rua Jerônimo Martins, na Carreteiro e Vila Malva.

Também foram realizados atendimentos na Avenida Dom Pedro I e na Chácara Catavento. De acordo com nota divulgada pela Prefeitura, a SEMADS ofertou, colchões, alimentos e materiais de limpeza.

Ainda conforme a nota não houve necessidade de remoção de famílias das áreas afetadas.

Atibaia também sofreu com a forte chuva que caiu na noite de sexta-feira, 4.
Chuvas em Atibaia

Segundo a Defesa Civil de Atibaia lá choveu quase o dobro do que choveu em Bragança Paulista. Se em Bragança o maior índice pluviométrico foi de 60 mm lá choveu 110mm em apenas 40 minutos. A Prefeitura de Atibaia, ressaltou que isto é quase a metade da chuva esperada para todo o mês de janeiro.

Em nota, a Prefeitura de Atibaia disse que mesmo com a realização de obras, manutenção de córregos, limpeza de bueiros e bocas de lobo, a cidade sofreu com o forte temporal.

Segundo balanço divulgado na tarde de sábado, 5, foram registradas na cidade cinco quedas de muros e quatro quedas de árvores.

Além disso, durante a ocorrência, ruas foram interditadas pela Guarda Civil Municipal e agentes da Defesa Civil nos bairros Atibaia Jardim, Centro, Tanque e Jardim Brasil.

A Defesa Civil informou ainda que no Jardim Brasil uma família foi para casa de parentes. Não houve remoções para abrigos,  nem feridos.

A Prefeitura de Atibaia ressalta que em casos de emergência a Defesa Civil pode ser acionada pelo telefone 199. Também pode ser acionado o Corpo de Bombeiros, pelo 93. Em Bragança Paulista a população pode acionar a Defesa Civil pelo 153 do plantão da Guarda Civil Municipal.

Deixe uma resposta