O município de Atibaia fará parte do Alerta Brasil, sistema de monitoramento da Polícia Rodoviária Federal. O anúncio foi feito pela Prefeitura de Atibaia nesta sexta-feira, 9.

A Assinatura de termo de cooperação técnica está agendada para o dia 21 de novembro e será realizadas durante reunião do Gabinete de Gestão integrada de Segurança Pública de Atibaia.

O Alerta Brasil é um sistema de banco de dados da PRF e importante ferramenta tecnológica de combate ao crime.

Na  última quarta-feira, 7, uma reunião foi realizada para  tratar dos preparativos para o encontro, que será realizado no Fórum Cidadania com a presença de autoridades e integrantes das forças de segurança de Atibaia e outros municípios.

O Alerta Brasil permite que veículos roubados sejam localizados com mais rapidez, ajudando a identificar carros clonados e com problemas na documentação. Ele funciona através de sistema monitoramento e fiscalização eletrônica nas rodovias federais em todo o país.  Atibaia, assim como Bragança Paulista é cortada pela Rodovia Fernão Dias, que integra o banco de dados.

Importante salientar que Atibaia já conta com um conjunto de monitoramento digital por câmeras. Conhecido como Muralha Digital Sentry, o sistema tem colaborado para com a queda dos índices que medem a criminalidade no município .

Em Bragança Paulista vale lembrar que o sistema de OCR semelhante ao da PRF e também da cidade de Atibaia, que lê as placas dos veículos que entram e saem da cidade estão desligados desde maio. Desde 2009 quando foi implantado o sistema sempre foi uma ferramenta bastante utilizada na recuperação de veículos furtados e roubados bem como na investigação de crimes, já que com o registro da passagem dos veículos pelos equipamentos, a polícia conseguia identificar quem eram os donos do veículos, por onde criminosos passavam e para onde seguiam.

A Prefeitura de Bragança Paulista tenta contratar uma empresa para dar continuidade ao serviços. A licitação foi aberta em 2017 e chegou a ser paralisada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Depois de meses parada e correções, foi aberta em fevereiro deste ano.