Bastidores Em Pauta implora: salvem nossos idosos!

Bastidores Em Pauta adverte: pegou mal, muito mal.

Bastidores Em Pauta adverte: pegou mal, muito mal, a posição da Câmara Municipal de Bragança Paulista, com relação ao episódio da calcinha.

DITINHO BUENO FOI ADVERTIDO: NÃO PODE CHEIRAR CALCINHA DURANTE O TRABALHO

E desta forma terminaram os trabalhos da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Bragança Paulista, sobre o lamentável “Episódio da Calcinha”, envolvendo o vereador Ditinho Bueno, do PSC.

Os vereadores enfatizaram, inclusive com parecer jurídico, que esta advertência era a maior punição que a Comissão de Ética poderia apresentar. O relatório foi lido por Sidiney Guedes e aprovado por unanimidade pelos vereadores Tião do Fórum (presidente), Fabiana Alessandri (vice), Natanael Ananias e Rita Leme, todos ligados ao Grupo Chedid.

POSSIBILIDADE DE CASSAÇÃO HAVIA SIDO REJEITADA POR 14X4

Conforme o Em Pauta noticiou no dia 30 de junho, os vereadores rejeitaram em plenário por 14 x 4 a criação de uma Comissão Processante, para apurar o ocorrido e assim poder decidir se cassavam Ditinho.

Na época, votaram a favor do pedido de cassação, via Comissão Processante, apenas os vereadores Basílio Zecchini, Quique Brown, João Carlos Carvalho e Moufid Doher.

Os vereadores Antônio Bugalu, Dr. Cláudio, Cláudio Moreno, José Gabriel, Marcolino, Marcus Valle, Mario B. Silva, Natanael Ananias, Paulo Mário, Rita Leme, Sebastião Garcia do Amaral (Tião do Fórum), Sidney Guedes, Rivelino de Oliveira (suplente) e a até mesmo Fabiana Alessandri, que falava no momento que o vereador cheirou a calcinha votaram contra a Comissão Processante e, portanto, contra uma possível cassação.

Alguns deles se manifestaram que não havia necessidade de duas investigações do mesmo assunto na Câmara Municipal.

MÁ FÉ OU FALTA DE CONHECIMENTO?

O radialista da FM 102, de propriedade da Família Chedid e vereador do Democratas Claudio Moreno liderou essa tese, que não havia necessidade de duas investigações no âmbito do Legislativo.

“Todos (os pedidos) que chegaram aqui podem terminar com o mesmo resultado. Cassação do mandato do vereador. Só que isso, vai ser de forma única, eu acho que não tem sentido a gente trabalhar nas duas frentes. Isso não significa dizer que o Ditinho Bueno não possa ser cassado, ele pode sim”, justificou Claudio Moreno na ocasião.

O radialista chegou a acusar o Em Pauta de divulgar fakenews (foto). Na época o vereador postou em suas redes sociais que Ditinho Bueno poderia ser cassado pela Comissão de Ética e que reportagem do Em Pauta era fakenews porque enfatizava a rejeição da criação da comissão que poderia levar à cassação enquanto o site oficial da Câmara Municipal, falava do envio do caso para Comissão de Ética por unanimidade.

Como podemos notar, o tempo mostrou que quem estava divulgando fakenews não era o Em Pauta e nunca será. Resta saber se foi má fé do vereador Chedizista ou falta de conhecimento dos trâmites da Câmara Municipal.

O Em Pauta, repudia a postura do vereador Cláudio Moreno na tentativa de tentar nos descredibilizar, afim de colocar a opinião pública contra nós e a verdade e a favor do seu grupo político.

DESTAQUE DO ANO

Após ser advertido por cheirar calcinha no ambiente de trabalho, o vereador Ditinho Bueno postou em suas mídias sociais o “Certificado Destaque”. Trata-se uma honraria que o aponta como destaque do ano na condição de vereador mais atuante.

A foto do diploma veio acompanha da frase: “Meu trabalho continua”. Embora o diploma seja de 2019, foi em 2020 que Ditinho de fato se destacou. Não só em Bragança, como no Brasil e até no exterior. Infelizmente, esse destaque negativo levou junto o nome de Bragança Paulista.

EDMIR CHEDID E AS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS

Nesta semana, o deputado estadual Edmir Chedid anunciou que “Organizações Sociais omitem informações sobre gastos com dinheiro público”.

Segundo o comunicado do deputado, “Organizações Sociais da Saúde mantidas com dinheiro público se recusam a dar transparência a informações básicas sobre sua atuação”.

A coluna Bastidores Em Pauta fez uma visita ao site da Organização Social MedLife, responsável pela gestão compartilhada da UPA Vila David, SAMU Regional Bragança e Pronto-Atendimento Bom Jesus.

Embora a OS apresente as metas quantitativas de atendimento de cada um destes serviços, no site da Medlife não há qualquer informação com relação a dinheiro público.

Será que essa informação seria relevante aos usuários do SUS?

Quanto a Organização Social gastou em cada um destes serviços mês a mês, por exemplo. E com quais serviços?

Pesquisamos ainda na aba da Secretaria Municipal de Saúde, no site da Prefeitura de Bragança e não há nenhuma informação referente aos contratos com a Organização Social.

Sugerimos ao deputado que dê uma olhadinha nestes dois sites, ao levantar essa bandeira.

NOTA DA REDAÇÃO:

Após a publicação da coluna, a Organização Social entrou em contato com o Em Pauta e esclareceu que o site www.medelife.org.br, que aparece como primeira opção na busca do Google, não é mais o site atual da OS. Abordaremos novamente o assunto na coluna de sábado, 29

ALÔ SECOM

Aliás, falando em site da Prefeitura. Na mesma aba da Secretaria Municipal de Saúde, o chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, Sanitária, ainda é Rodrigo Bueno, que não ocupa o cargo desde o dia 2 de março. Vamos atualizar pessoal!

RELEASES DE OBRAS EM PERÍODO ELEITORAL

Falando em Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Bragança Paulista, na última semana, comentamos na coluna que aquelas “páginas de notícias” que viviam de copiar e colar os releases da Prefeitura, a mando sabe-se lá de quem e com qual interesse, deveriam ter dificuldades de gerar conteúdo no período eleitoral.

Todavia, apesar de não estar atualizando seu site oficial e as mídias sociais da Prefeitura, a Secretaria de Comunicação optou por continuar enviando releases à imprensa.

É verdade que assuntos de interesse público foram comunicados, como: atuação do castramóvel, atualização do Plano São Paulo, edital para o setor cultural, interdição de trânsito, vacinação, vagas do PAT, além obviamente dos dados de COVID-19.

Mas também houveram divulgações oficiais de futuras obras, sem qualquer data para realização do serviço, como no Bairro do Lago do Moinho e do Bragança LU.

Será esta divulgação de um “caso de grave e urgente necessidade pública” conforme consta no artigo 73 da Lei n° 9.504?

Quem tem memória lembra que em 2005, Jesus Chedid já foi inclusive cassado por prática de propaganda em período vedado pela Legislação Eleitoral.

ENTREVISTAS COM PRÉ-CANDIDATOS

O primeiro pré-candidato à Prefeitura a comparecer na série de entrevistas realizada pelo programa Em Pauta Entrevista foi o Professor Adalberto, do PSOL. Na semana passada, o espaço era de Jesus Chedid, que não compareceu.

Se você ainda não assistiu o programa, confira o posicionamento do pré-candidato socialista sobre vários temas, como política local e nacional; saúde; mobilidade urbana; segurança; habitação; meio ambiente; gestão administrativa; educação; cultura e turismo.

Clique aqui para assistir: https://www.facebook.com/watch/live/?v=1007183903061690

 

Para a semana que vem, dia 21 de agosto, o esperado é o pré-candidato João Carlos Carvalho do partido Podemos, que já confirmou presença antes da realização do sorteio.

Semana que vem, tem mais Bastidores Em Pauta

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta