Bastidores Em Pauta implora: salvem nossos idosos!

Ameaça de agressão física, indiretas deselegantes em programa eleitoral e aluguel de comitê movimentam os bastidores eleitorais.

FESTANÇA NO LITERÁRIO

No início da semana, deu o que falar uma festa ocorrida no Clube Recreativo e Literário de Bragança Paulista.

O Bragança Em Pauta publicou matéria com exclusividade, debatendo se eventos estavam permitidos ou não no município e quais seriam as regras estabelecidas pelos órgãos governamentais.

Nas fotos publicadas no Facebook da posse da nova diretoria e inauguração de um bar, era possível notar dezenas de pessoas sem máscaras, sem distanciamento social, não sentadas em suas mesas e até mesmo garçons e um chef sem máscaras.

FISCALIZAÇÃO NÃO FOI

Na ocasião, perguntamos à Fiscalização da Prefeitura se eles tinham feito uma “blitz” no evento da alta sociedade bragantina. E a resposta ao Em Pauta foi: “A Secretaria Municipal de Obras informa que não houve fiscalização no local”.

LITERÁRIO ALUGA COMITÊ AO CANDIDATO JESUS CHEDID

Falando em Clube Literário, um dos argumentos apresentados pelos responsáveis do Clube para realização do evento, são as dificuldades financeiras do espaço. Ao menos emergencialmente, o Clube pode ter uma nova receita para aliviar o fluxo de caixa: a locação de um imóvel de sua propriedade à campanha de reeleição do prefeito Jesus Chedid.

Na prestação de contas do candidato no site do Tribunal Superior Eleitoral, entre as despesas estava a locação / sessão de bens imóveis de um prédio localizado na Avenida José Gomes da Rocha Leal, n° 1226, de propriedade do Literário. Este aluguel constava o valor de R$ 11.000,00.

A consulta foi feita no dia 21 de setembro, às 12h.

QUE SIRVA DE LIÇÃO

Falando em eleição…

Na sexta-feira, 23, o juiz eleitoral Frederico Lopes Azevedo barrou todas as candidaturas de prefeito e vereadores do PSD de Vargem, bem como todas as candidaturas a prefeito, vice e de todos os vereadores Tuiuti. Isto porque, em ambos os casos, ex-prefeitos, condenados por improbidade administrativa, que tiveram seus direitos políticos suspensos presidiram as convenções municipais.

Uma pessoa condenada por improbidade e com os direitos políticos cassados, não pode votar, não pode se candidatar e não pode participar da vida política partidária de jeito algum.

Em sua sentença o juiz ressalta que os partidos políticos devem “primar pela idoneidade de seus filiados e a consequente regularidade dos atos por si praticados, pois num país democrático, onde a escolha dos governantes se dá por meio de eleições em que os partidos tem papel relevante na escolha e indicação de candidatos; seria tornar letra morta princípios basilares de nosso direito constitucional permitir que pessoas condenadas por ato de improbidade administrativa, que comprovadamente lesaram a coletividade, desrespeitando o voto de confiança que um dia lhes foi dado nas urnas, que continuem à atuar em seus respectivos nichos eleitorais, ainda que indiretamente”.

Que a sentença sirva de lição.

ISSO! ISSO! ISSO!

Nesta semana, o destaque dos programas eleitorais ficou com o candidato Jango. E não por trazer uma nova proposta à cidade e apresentar algo diferente aos leitores e sim por repetir exaustivamente seus programas anteriores, aliás, o mesmo. O segundo programa eleitoral, de duas semanas atrás, chegou a ser repetido 3 vezes nesta semana. Há quem diga que o programa de Jango estava parecendo o Chaves no SBT.

A única novidade do programa de Jango foi a nova apresentadora: Adelita Lencini, ex-candidata a vereadora do Grupo Chedid, em 2016 e cujo marido, ex-secretário de cultura no Governo Jango, declarou publicamente voto em candidato a vereador do grupo Chedid.

JESUS FAZ TOUR

Não pelas obras na cidade, afinal o candidato está respeitando rigorosamente as regras de isolamento e sim por espaços da Morada das Pedras. Depois de ficar sentado em um sofá, nos primeiros programas eleitorais, agora Jesus Chedid tem gravado de pé, em um escritório, enfim, variando as possibilidades dentro de seu próprio gabinete político, para tentar passar uma imagem mais dinâmica aos leitores.

Sabemos de sua idade e respeitamos que não possa estar nas ruas, em um momento de pandemia. Nesta semana, uma cabeleireira esteve na Morada das Pedras para cortar o cabelo do candidato e inclusive teve que ser testada para verificar se não estava infectada pelo novo coronavírus. A pandemia não acabou!

Prova disto é que o próprio vice-prefeito Amauri Sodré ficou 18 dias internado. Ele teve alta médica na sexta, 23, mas ainda precisa de cuidados em sua casa. Boa recuperação, Amauri!

PEGOU PESADO

Na opinião desta coluna, os candidatos Basílio e Américo pegaram pesado nesta semana, nas indiretas ao candidato Jesus.
“A cidade de Bragança precisa de gente nova na política, gente com disposição, com saúde”, afirmou Basílio.

Entendemos que a condição de saúde de alguém, seja de quem for, deve ser respeitada. Principalmente com relação à idosos. Confrontar ideias, modelos de governo, faz parte do jogo. Mas este tom, pode ser perigoso para uma campanha de alto nível, se continuar. Fica o registro.

JANGO TOMA SUSTO

Com a exceção de Jesus, os demais candidatos à Prefeitura continuam suas caminhadas pelos bairros da cidade.

No início da semana, Jango teve uma surpresa desagradável ao encontrar seu adversário político, Wanderley da Farmácia. Conforme apurado pela coluna, o ex-vereador foi pra cima de Jango e precisou ser apartado por Gustavo Sartori.

Esperamos que este tipo de situação não ocorra mais. Extremismos não levam a nada!

BASÍLIO E AMÉRICO E TODO MUNDO SEM MÁSCARA

Jango e Basílio são os candidatos que mais tem andado pela cidade. Já publicamos aqui uma foto de Jango em um ambiente com dezenas de pessoas sem máscara e desta vez o mau exemplo veio do candidato Basílio.

Ao gravar um vídeo para suas redes sociais, o candidato que estava sentado ao lado de outras 11 pessoas, entre elas crianças, não respeitou o isolamento social e ficou sem máscara, assim como o seu vice Coronel Américo. De todas as pessoas, somente uma usava máscara.

Sempre é bom lembrar que as pessoas podem estar infectadas e infectar os candidatos, assim como eles, que estão em contato diário com centenas de pessoas, podem infectar também essas pessoas. A eleição não vale mais do que uma vida!

Uma boa semana!

Semana que vem, tem mais Bastidores Em Pauta

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta