Bastidores Em Pauta Coluna 01

Não estamos na Páscoa, mas hoje vamos relatar uma passagem (não bíblica) da volta de Jesus.

 JESUS VOLTOU!

Estamos falando obviamente de Jesus Chedid. Depois de um sumiço de mais de 15 dias o prefeito voltou a aparecer. Ele ficou sem ser visto em solenidades e eventos na Prefeitura, sendo representado em diversas reuniões pelo vice Amauri Sodré.

O prefeito reapareceu na solenidade de reforma de uma Unidade de Saúde na quinta, 18, e voltou com a língua afiada.

QUEM MANDA AQUI?

Assim como quando brigou em seu gabinete com o vereador da base aliada Ditinho Bueno do Asilo, o prefeito em seu discurso, fez questão de deixar claro que quem manda na administração é ele e ponto final.

O alvo do discurso desta vez, foi Claudio Moreno, vereador do Democratas e funcionário da rádio FM 102 (de propriedade da Família Chedid).

GENTE BOA SE CONTRATA

No recado ao vereador e radialista Claudio Moreno, Jesus Chedid defendeu publicamente a contratação da ex-candidata a vereadora e ex-candidata a deputada estadual pelo PSB, Camila Marino, mesmo ela tendo atuado na organização social ABBC, duramente criticada por ele, na administração de Fernão Dias.

SE É PRA FALAR DE PASSADO…

Lembrou ainda que o próprio Cláudio Moreno já foi oposição ao grupo Chedid. Quem aliás, não se lembra que Cláudio defendia o ex-prefeito José de Lima em alto e bom tom pela rádio AM, “batendo” diariamente no Grupo Chedid…

CLAUDIO MORENO X CAMILA MARINO

Ex-candidata a deputada estadual é nomeada na Prefeitura
A nomeação da Camila Marino para a Secretaria Municipal de Saúde aliás, foi o assunto da semana. E não é à toa, afinal ela concorreu na última eleição contra o deputado estadual Edmir Chedid e agora faz parte do time de funcionários de confiança de Jesus Chedid. Com a nomeação, Camila vence nos bastidores uma queda de braço com o vereador Claudio Moreno.

A briga começou no mês de março, quando Camila se aproximou politicamente do Grupo Chedid.

O vereador do Democratas, na época, ficou indignado com uma possível contratação e subiu na Tribuna para demonstrar sua insatisfação com seu próprio grupo político. “Eu não estou acreditando, eu não estou acreditando”, esbravejou.

NÓS VAMOS NOMEÁ-LA?

Numa quase intimidação pública ao prefeito Jesus Chedid, o vereador Claudio Moreno perguntou indignado: “E nós vamos nomeá-la? Para prestar serviço no nosso governo? ”.

Na Imprensa Oficial do dia 16 último, foi publicada sim a nomeação de Camila Correa Marino, para o cargo de assessora de departamento da Secretaria Municipal da Saúde.

Além da insatisfação do vereador, a nomeação é claro gera tumultos no grupo Chedid, entre aqueles que ainda não foram prestigiados e aqueles que foram contemplados com salários menores.

E O PSB?

Até o fechamento desta coluna, segundo o site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Camila permanecia filiada e ocupava o cargo de Secretária-Geral no Diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB) presidido pelo ex-vereador Gustavo Sartori.

Outro aliado ao Grupo Chedid que também ainda pertence aos quadros da Executiva Municipal do PSB, segundo o TSE, é Joel Rodrigues Castilho, o Chupeta. Membro suplente do Diretório Municipal e defensor de primeira hora do Governo Jesus/Amauri nas redes sociais.

No mínimo estranho.

O PREFEITO NÃO PRECISA SER FISCALIZADO

Acreditem. A frase foi proferida nada mais, nada menos do que pela presidente da Câmara Municipal de Bragança Paulista, vereadora Beth Chedid.

Isto mesmo, a presidente do Poder Legislativo, cuja obrigação é fiscalizar o Executivo afirmou na sessão ordinária da última terça-feira, 16, que: “O prefeito é uma pessoa experiente, sabe muito bem de suas obrigações e não precisa neste ponto ser fiscalizado”.

Vale lembrar, que consta na Constituição Federal. Artigo 31: A fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo municipal, na forma da lei.

BASÍLIO PERGUNTOU: “CADÊ O PREFEITO?”

Antes, o vereador Basilio Zechinni havia cobrado justamente sobre sua ausência em agendas da Prefeitura. Na ocasião, o último evento que o prefeito havia comparecido havia sido no dia 1° de julho. Como dissemos, o prefeito reapareceu em 18 de julho.  Portanto, mais de 15 dias sem agenda pública, inclusive em seu Gabinete. Neste período, em todos os materiais de divulgação da Prefeitura, o vice Amauri Sodré que apareceu assinando contratos e ordens de serviço. Inclusive, na reunião do CONSANA (CONSÓRCIO DE SANEAMENTO NOSSA ÁGUA), cujo presidente do Consórcio é Jesus Chedid, ele não estava presente. O que aconteceu nestes 15 dias?

POR ONDE ANDA ?

Como temos falado em nossa coluna dos bastidores das eleições recebemos em nosso e-mail [email protected] uma pergunta: por onde anda o médico Antônio Ricardo?

Ele que chegou a ser candidato a vice-prefeito em 2012 pelo PSB e em 2016 foi cotado como candidato pelo grupo Chedid, simplesmente desapareceu nos últimos anos da vida política.

Será que para 2020 ele vai ressurgir?

 E POR FALAR EM SAÚDE

O TCE visitou a UPA Vila Davi em Bragança e descobriu que médicos assinam o ponto antes de terminar o plantão. Tinha assinatura até em data posterior a visita. E agora? Será que são médicos cubanos?

Se você não leu a nossa reportagem sobre os apontamentos do TCE, segue o link: https://bragancaempauta.com.br/tce-aponta-irregularidades-na-upa-vila-davi-em-braganca/

 POR ONDE ANDA II

Quem anda sumido também dos bastidores da política são os ex-vereadores Toninho Monteiro, Ronaldo Teixeira e Rafael de Oliveira.

Este último, aliás, foi visto no final de semana na Igreja Lagoinha, ao lado do vice-prefeito Amauri Sodré.  Será uma reaproximação do grupo Chedid?

ESTADO LAICO

Independente da religião de cada um, bom lembrar, que a lei proíbe pedir votos dentro das igrejas, afinal o Estado é laico. O que vemos, no entanto, país a fora, é uma lambança que só entre religião e política.  Com a corrida eleitoral, prepare-se! Tem gente que vai na missa, no culto e onde mais for preciso!

CAFÉ QUENTE

Nosso café quente da semana vai para o Marinho Faralhi e os organizadores de cadastramento de doadores de Medula Óssea realizada em Bragança Paulista na semana passada.

A ação foi um sucesso e cerca de 800 pessoas se cadastraram.

CAFÉ FRIO

Já o nosso café frio, vai com um pedido de Justiça e cadeia para quem teria incentivado um morador de rua pular no Lago do Taboão em troca de R$ 10,00 e um litro de pinga.

O mundo precisa de mais amor, empatia, gentilezas. “A brincadeira” custou a vida de um cidadão.  Simplesmente inadmissível !

Até semana que vem !

 

Deixe uma resposta