Bastidores Em Pauta implora: salvem nossos idosos!

Um momento esperado da campanha política, para os envolvidos na área, é o início dos programas eleitorais de televisão dos candidatos a prefeito, que ocorreu nesta semana. E nós da coluna Bastidores Em Pauta vamos analisa-los de forma técnica, para que você saiba como estão se apresentando os quatro “prefeituráveis”. As exibições ocorrem de segunda a sábado das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

JANGO

João Afonso Sólis tem 3 minutos e 56 segundos de tempo de televisão. E em um verdadeiro monótono, ficou falando… falando… falando… e falando em seus dois programas iniciais. Seguindo a lógica padrão, se apresentou, apresentou seu vice Gustavo Sartori e falou muito sem mostrar nada.

Nenhuma imagem de suas obras foram exibidas. Enfim, um programa entediante de se assistir. A equipe de Mairiporã, responsável pelo marketing de Jango terá trabalho para competir do ponto de vista da comunicação com seus oponentes. Vale lembrar, que foi justamente com muito marketing que Jango se reelegeu prefeito em 2008.

JESUS CHEDID

Jesus Chedid dispõe de 3 minutos e 51 segundos de tempo de televisão, para mostrar o porque quer ser reeleito. Ao contrário de eleições passadas, quando recorrida aos “santo de casa” da FM 102,1, de propriedade de sua família, para desenvolver os programas eleitorais. Em 2020 Chedid recorreu a profissionais ligados ao marketeiro João Miras, reconhecido nacionalmente e que esteve na campanha de Jango, em 2008.

Saiu a marcante voz do radialista Salvador Tadeu dos programas e entrou a renomada jornalista Silvia Garcia, ex-apresentadora do Aqui Agora do SBT, do Esporte Total, da Band e também da Rede Globo.

Silvia, aliás, toma bom tempo do programa e Jesus, sempre sentado em um sofá, acaba se tornando um personagem secundário, em um programa muito moderno, é verdade. Por causa da pandemia do novo coronavírus, as imagens externas de Jesus são as mesmas da Eleição 2016.

O marketeiro João Miras deve abusar em breve das imagens de obras da Administração. E Jesus, possivelmente continue sentado em seu sofá.

PROFESSOR ADALBERTO

Com apenas 28 segundos, Professor Adalberto não tem tempo nem de se apresentar em seu programa eleitoral. Por isto, ao lado do seu vice, Professor Rodrigo, faz o convite aos telespectadores a acompanharem suas mídias sociais.

Ao contrário das outras candidaturas, com uma campanha com poucos recursos e muito mais colaborativa, o PSOL deve repetir este programa ao longo da campanha.

A qualidade do material apresentado é de acordo com a verba empregada. Não é uma super produção, mas também não envergonha ninguém.

BASÍLIO ZECCHINI

O candidato Basilio, foi o que melhor utilizou o seu 1 minuto e 43 segundos de tempo de televisão, na opinião desta coluna.
Seguiu o roteiro clássico de auto apresentação, mostrar a família, suas origens e abusou de bonitas imagens externas, que certamente fizeram a diferença neste primeiro momento.

A qualidade da captação é excelente, tanto na direção de fotografia, quanto nos movimentos utilizados, dando dinâmica ao enxuto programa.

Os trabalhados foram coordenados pelo marketeiro Lincon Xavier e pela equipe da Foto Barão, de Bragança Paulista, que mostra que santo de casa também faz milagre.

Basilio foi o primeiro candidato a fazer um ataque direto a um adversário: exibiu o segundo mais famoso vídeo do vereador Ditinho, em que é expulso do Gabinete da Prefeitura.

Esperávamos que esse vídeo fosse utilizado pelos oponentes de Chedid, em outro momento da campanha.

DIREITO DE RESPOSTA

A Coligação “Juntos Fizemos Muito, Juntos Faremos Mais” de Jesus e Amauri não gostou nada da exibição do vídeo em que o prefeito grita com o vereador e entrou na Justiça Eleitoral com um pedido de direito de resposta, no programa eleitoral de Basilio.
Neste domingo, o juiz eleitoral negou a solicitação.

“O candidato requerido exerceu direito de crítica ao se posicionar contrariamente à conduta do requerente na reunião, não se vislumbrando excesso de linguagem a autorizar o direito de resposta. Cabe ao eleitor aferir a relevância do fato trazido na propaganda eleitoral e extrair suas próprias conclusões do episódio, sem interferência na Justiça Eleitoral.”, diz trecho da decisão.

CLAUDIO MORENO ESCAPOU

Embora o Ministério Público Eleitoral tenha solicitado a cassação do registro da candidatura e a inelegibilidade do vereador Claudio Moreno, do Democratas, por suposto abuso de poder econômico ao distribuir cestas básicas ao Fundo Social de Solidariedade, o juiz eleitoral Rodrigo Sette Carvalho não teve este entendimento e indeferiu a solicitação do partido PDT. Com isto, o radialista está apto a ir para as urnas em 15 de novembro. O Em Pauta publicou em primeira mão tanto o pedido do MP, quando a absolvição de Moreno, mostrando mais uma vez sua agilidade na cobertura das Eleições 2020.

CASO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO RED BULL BRAGANTINO

Nesta semana, o jornal Bragança Em Pauta apurou com exclusividade o caso de um jogador do Red Bull Bragantino que é condenado em 2ª instância, por violência doméstica contra sua então companheira.

O caso veio à tona após o atleta ser abordado pela Polícia Militar nas ruas de Bragança e constar como Procurado da Justiça. Ele foi encaminhado à delegacia e após se constatar que se tratava apenas de trâmites burocráticos, como informar à Justiça onde estava, ele foi liberado.

O que espanta de verdade é o silêncio da Red Bull, sobre o caso. Perguntamos ao clube o porque manter no elenco um atleta condenado por violência contra mulher e se esta é uma prática de reinserção da empresa. Infelizmente, não obtivemos resposta.

Wesley foi condenado em outubro de 2019. Ele é acusado de agredir a ex-namorada no dia 6 de janeiro de 2019.

Ele foi condenado no artigo 129, §§ 1º. 9º e 10 do Código Penal, ou seja, condenado por lesão corporal a 1 ano e 4 meses de prisão, em regime inicial aberto, por ser réu primário, sendo que deve se apresentar em juízo a cada três meses.

A condenação foi mantida pelo Tribunal de Justiça no dia 27 de julho deste ano. Hoje, o atleta, fez sua primeira partida pelo Braga na temporada, já que tinha se machucado em janeiro.

Semana que vem, tem mais Bastidores Em Pauta

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

Deixe uma resposta