Circuito SESC de Artes

As cidades de Bragança Paulista, Atibaia, Itatiba e Joanópolis são as cidades da região que receberão a  11ª edição do Circuito Sesc de Artes. Ao todo 121 cidades do Estado serão contempladas.

O circuito é composto por uma caravana com 490 artistas de diversos lugares do Brasil e do mundo, divididos em 14 roteiros. A ideia é levar ao público atividades de artes visuais, circo, bem como cinema. Haverá ainda dança, música, teatro, literatura e tecnologia e artes.

As apresentações acontecem entre os dias 29 de março e 14 de abril, às sextas-feiras, sábados e domingo. As atividades acontecem sempre das 16h às 21h30,

Todas as atividades, aliás, são gratuitas. Realizado desde 2008, o circuito tem como objetivo estimular a circulação e a difusão de trabalhos artísticos, inspirar diversos usos para os espaços públicos. O projeto conta com a finalidade de ampliar as possibilidades de convivência.

121 cidades em três semanas

O Circuito é dividido em 14 roteiros que, em três semanas, percorrerão 121 cidades do interior, litoral, grande São Paulo e capital paulista que receberá atividades em 6 bairros da Zona Leste.

Ao longo do dia, cada cidade receberá uma programação composta de espetáculos, intervenções, vivências e oficinas. Em todas essas ações, haverá a mediação de artistas e educadores.

Para conferir a programação de cada cidade basta acessar: sescsp.org.br/circuitosescdeartes  e conferir.

Circuito em Atibaia, Bragança Paulista e Joanópolis

Em Atibaia, as atividades do Circuito SESC de Artes acontecem no dia 5 de abril, na Praça da Matriz (Praça Claudino Alves), nº70.  Já em Bragança Paulita, as atividades acontecerão no dia 6 de abril na Praça Raul Leme. Em Joanópolis as atividades acontecerão na Praça Central, Rua Largo São João, s/n.

A programação nas três cidades é a mesma.

Haverá apresentação da cantora Mahmundi. Ela vem construindo uma sonoridade própria com elementos de eletrônica, indie pop, MPB e uma voz característica.

Depois de lançar dois EPs e um disco independente, em que se destacaram as canções “Vem (Selah)”, “Calor do Amor” e “Eterno Verão”, atualmente, ela divulga o álbum “Para Dias Ruins”, que vai do charme carioca à bossa nova.

Também haverá o espetáculo Água Doce, da Cia da Tribo, com atores e bonecos. O espetáculo lembra o mito da Iara e os seres das comunidades ribeirinhas, como a Cobra Grande e as Três Marias.

Na história, Abaré se aventura pelos rios para encontrar sua irmã, Iara, com o objetivo de recuperar águas poluídas e dar nova vida a peixes e outros animais.

Também haverá a oficina de Dancehall. Uma equipe de dançarinos, DJs e cantores convida o público a compartilhar a pista e conhecer essa dança e música típicas da Jamaica. O estilo nasceu no fim dos anos 1970 na Jamaica como um subgênero do reggae, mas evoluiu com os elementos eletrônicos e digitais.

A programação conta ainda com apresentação do show TrixMix Cabaret.  O elenco do coletivo Trixmix se inspira nos antigos cabarés europeus. Eles apresentam um show de variedades com clima da Belle Époque.

Os números incluem, por exemplo, técnicas de circo, teatro e mágica. Além disso, há também dança, humor, poesia, bem como música ao vivo. É um espetáculo que certamente vai encantar o público de todas as idades.

Também haverá oficinal Brinquedos de Montar e Animar, oficinas de pompom-pompom, bem como uma intervenção com objetos poéticos com Selma Maria Kuasne.

Além disso, em parceria com a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo está programado também a apresentação de cinema em realidade virtual.

Programação em Itatiba

Em Itatiba o circuito acontece no dia 31 de março. Lá haverá a apresentação da cantora Luedji Luna. A compositora baiana traz ao Circuito Sesc de Artes 2019 o show “Mundo”. Nele ela apresenta uma outra face de seu trabalho, mais voltada à música eletrônica e ao rap.

São remixes e reinterpretações das músicas do álbum “Um Corpo no Mundo”, que colocou Luedji em evidência no cenário musical.

Haverá também apresentação do DJ Vitonez, que é fascinado pela black music desde a infância. Ele explora ritmos e melodias que passam, por exemplo, pelo rap, soul, funk, groove, acid-jazz e R&B.

As apresentações em Itatiba contarão ainda, por exemplo, com o Circo Fubanguinho, Diny Ilusionista, oficinas de máscaras Low Poly. Além disso, haverá oficina de desenho entre outras atividades.

Para sempre ficar por dentro dos eventos de Bragança Paulista e região acesse: https://bragancaempauta.com.br/category/eventos-braganca/

Fotos: Aro Ribeiro e Tico Volpatto