Bragança Paulista não participa de testes de vacina da COVID-19

Duas das vacinas contra COVID-19 em testes do Estado de São Paulo, ainda não atingiram o número necessário de voluntários.

O Instituto Butantan e a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), ainda precisam recrutar cerca de 6 mil voluntários.

A Secretaria Municipal de Saúde de Bragança Paulista não está realizando nenhuma campanha interna, voltada aos profissionais da área da saúde para motivar esta importante ação voluntária.

VEJA TAMBÉM:

Temperatura deve variar entre 9ºC e 26ºC em Bragança Paulista no Feriado de Finados
Cemitério da Saudade abre para visitação no Feriado de Finados
Lotérica é alvo de criminosos no Jardim da Fraternidade

SINOVAC – BUTANTAN

Para participar dos testes da Coronavac, desenvolvida por meio de uma parceria do laboratório Sinovac com o Instituto Butantan, é necessário ser profissional da área da saúde, ter mais de 18 anos e trabalhar diretamente no combate ao coronavírus.

Da meta de 13 mil voluntários, apenas cerca de 4 mil foram recrutados até a última semana.

Recentemente, o Instituto passou a aceitar também para participar dos testes grávidas e profissionais da saúde com mais de 60 anos.

JANSSEN

Os testes da vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson está com os estudos interrompido, desde que um participante ficou doente. Está previsto o recrutamento de 7 mil voluntários para esta vacina.

PFEIZER

Para os testes da vacina da Pfeizer, os 3.100 voluntários já foram preenchidos.

ASTRAZENECA – OXFORD

Por fim, os testes da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também tem déficit de voluntários. Dos cerca de 10 mil necessários, cerca de 8 mil vagas foram preenchidas.

Para participar dos testes desta vacina, os voluntários precisam ter de 18 a 59 anos, serem profissionais da área da saúde ou atuar em área de grande risco de exposição ao vírus, como na limpeza de hospitais, por exemplo. Ou ainda, ter 60 anos ou mais e realizar atividades externas.

O Em Pauta perguntou a Secretaria Municipal de Saúde de Bragança Paulista se a pasta já realizou algum tipo de intermediação entre a classe de trabalhadores da saúde de Bragança
Paulista da rede pública e privada e os Institutos Butantan e UNIFESP.

Por meio de nota, a Secretaria afirmou que “o Município não foi solicitado/contactado a participar dessa pesquisa”. Mas também, não disse se estuda ou está realizando alguma ação de seleção interna voluntária, para motivar que os profissionais, contribua com a importante questão.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta