Foto: Filipe Granado

Bragança Paulista registrou nesta quarta-feira, 24, o 14º óbito por COVID-19 e com os 35 novos casos registrados nas últimas 24 horas, o aumento de casos de coronavírus é de 99% após a flexibilização do comércio realizada a partir de 1º de junho.

A 14ª vítima fatal é uma mulher de 64 anos que estava internada em leito de UTI. A Prefeitura de Bragança Paulista informou que o caso chegou a ser descartado, porém uma nova coleta foi realizada em virtude de agravamento do quadro da paciente. O resultado deu positivo para COVID-19 e a paciente veio a falecer na UTI do Hospital Universitário São Francisco.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Bragança Paulista lamentou o óbito. O município estava há cerca de 20 dias sem registro de mortes.

Além da morte confirmada para COVID-19, aliás, também foi registrada nas últimas 24 horas uma morte suspeita. A vitima é um rapaz de 45 anos que foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e evoluiu a óbito no hospital.

Bragança Paulista tem, portanto, 14 mortes confirmadas por COVID-19, sendo que 9 pacientes tinham 60 anos ou mais. Todas,de acordo com a Prefeitura de Bragança Paulista, tinham outras comorbidades.

Aumento de casos

De acordo com o balanço divulgado pela Prefeitura, além da morte confirmada, mais 35 casos positivos de COVID-19 foram registrados nas últimas 24 horas.  Com isto Bragança Paulista tem agora 435 casos confirmados, Até o dia 31 de maio eram 218 casos o que indica um aumento de 99,5% de casos após a flexibilização do comércio.

No dia anterior, a secretária Marina de Fátima Oliveira chegou informar que se os casos continuarem crescendo na velocidade que está, será preciso tomar medidas drásticas.

Dos 35 novos pacientes, 18 são mulheres e 17 são homens, sendo que entre eles há 10 idosos, com 60 anos ou mais. Duas crianças, uma de 8 e outra de 6 anos  dois adolescentes, sendo uma garota de 16 anos e um rapaz de 17 anos.

O número de notificações também subiu de 803 no dia anterior para 842. Destes, vale lembrar que 370 casos forma descartados e 435 confirmados. A Prefeitura ainda aguarda o resultado de 37 exames. O número de pessoas consideradas recuperadas subiu de 247 no dia anterior para 271.

Já o número de internados diminuiu de 17 para 16, mas vale lembrar que a vítima fatal era uma destas pessoas internadas e por isto a dminuição.

PERFIL DOS PACIENTES

Dos 435 pacientes positivos, aliás, 227 são mulheres. Além disso, 208 são homens. Entre as mulheres, a faixa etária mais atingida pela COVID-19 é a de 31 a 40 anos. Já entre os homens a faixa etária mais atingida é a de 41 a 50 anos. .

Vinte e quatro pacientes positivos para COVID-19 são crianças e têm 12 anos ou menos. Entre eles há um bebê de apenas 7 meses, outro de 9 e um terceiro de 10 meses. Além disso, 29 pacientes têm entre 13 e 20 anos. Já entre os idosos, com 60 anos ou mais, testaram positivo para COVID-19, um total de 71 pessoas, sendo que 9 morreram.

As outras cinco pessoas que morreram, totalizando 14 mortes confirmadas por COVID-19, tinham 60 anos ou menos. Todas,de acordo com a Prefeitura de Bragança Paulista, tinham outras comorbidades.

O município tem ainda um morte em investigação.

Confira gráficos com pacientes positivos por sexo e idade, número de internados e outras informações acessando aqui: https://bragancaempauta.com.br/coronavirus-braganca-paulista/

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta