Quantos casos de violência doméstica você leu em nossa página?

Vários, não é mesmo? Nós até perdemos as contas, de quantos infelizmente, são os casos de maridos, ex-maridos, namorados, ou ex-namorados que agridem suas companheiras, filhos enteados. E os casos de agressão a idosos então?

A cada caso, a gente se choca e se revolta ! E não vamos nos calar. Vamos continuar divulgando os fatos, a fim de que os culpados sejam punidos !

Esperamos que as vítimas também não se calem !

Hoje, vamos relatar um caso que foi registrado no Jardim da Fraternidade, no último sábado, dia 7, e que por sorte não terminou em tragédia. Não é  a primeira vez, que a mulher sofre ameaças e já tinha na Justiça medidas restritivas.

De acordo com o registrado no plantão central da Polícia Civil, policiais militares foram acionados  para atender uma briga de casal no Jardim da Fraternidade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



Quando lá chegaram, os policiais conversaram com a vítima, que relatou ter sido ameaçada de morte por seu marido Leandro Aparecido de Lima Moraes, de 27 anos.

Além de ser ameaçada de morte, ela relatou à polícia que o marido furou os três pneus do seu carro com um objeto de metal pontiagudo.

Assim que percebeu a presença dos policiais, Leandro ainda tentou fugir.

De acordo com o registrado, ele correu para o interior da residência, onde foi detido e resistiu à prisão.

Ele entrou em luta corporal com os policiais, mas foi contido, e conduzido ao Plantão Central, autuado em flagrante por ameaça – violência doméstica, dano e resistência e apresentado em audiência de custódia.

A vítima já havia registrado três boletins de ocorrência contra Leandro e tinha em seu favor medida protetiva decretada pela justiça, a qual não estava sendo por ele cumprida.