Briga termina em tiros e facadas

Uma briga de cunhados terminou com tiros e facadas na noite de sábado, 29 em Bragança Paulista. Tudo começou após um pintor, de 32 anos,  ter agredido a ex-companheira, uma mulher, de 35 anos. O irmão dela, um pedreiro, também de 32 anos, ficou sabendo da agressão e foi conversar com o acusado.

Conforme o apurado pelo Jornal Bragança Em Pauta,  policiais militares foram acionados a comparecer no Green Park onde estava acontecendo uma briga.

Quando estavam a caminho, no entanto, foram informados que tanto o agressor como a vítima tinham sido socorridos à Santa Casa.

Lá os policiais conversaram com o pintor que entrou diversas vezes em contradição sobre o ocorrido. Também conversaram  com o pedreiro, irmão da mulher agredida. O irmão da vítima relatou à polícia que assim que chegou em casa ficou sabendo da agressão.

Afirmou ainda que além de agredir a sua irmã o acusado foi até a residência da família. Lá ele teria feito ameaças para a moça, na frente dos seus pais.

A briga entre os ex-cunhados

Diante do ocorrido, o pedreiro foi atrás do acusado para tentar conversar com ele. Foi então que o pintor passou a ameaçá-lo também, dizendo que daria uns tiro.  O irmão da mulher agredida foi então embora.

Pouco tempo depois, no entanto, o agressor e mais algumas pessoas chegaram em sua casa, dizendo que queriam conversar.  O agressor sacou então um revólver e tentou efetuar um disparo, mas não conseguiu.

Foi então que ele teria ido para cima do pedreiro, que conseguiu pegar um facão para se defender.

Os dois entraram então em luta corporal. Foi então que o irmão da mulher agredida tentou desarmar o cunhado e lhe deu alguns golpes de facão. Ele no entanto, acabou sendo atingido por um tiro nas mãos.

Durante a briga, o agressor também acabou levando um tiro nas mãos.

Como durante a confusão a arma acabou caindo no chão o irmão da vítima conseguiu fugir e pediu ajuda nas proximidades.  O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e o socorreu à Santa Casa.

Diante das versões contraditórias apresentadas pelo agressor ele foi conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil e autuado em flagrante, tanto por tentativa de homicídio contra o cunhado como pela agressão contra a mulher.

Nem o facão e nem a arma de fogo foram apreendidas. O agressor disse que jogou a arma de fogo em um brejo da redondeza.

A Polícia Civil esteve no local dos fatos e a mulher agredida, que estava muito ferida,  foi socorrida também à Santa Casa. Ela confirmou a agressão. Testemunhas também confirmaram o ocorrido.

O acusado estava foragido da cadeia desde 2010. Sua situação no entanto, prescreveu em 2013. Ele foi preso em flagrante e  será apresentando em audiência de custódia.

Se você quiser ficar sempre por dentro das últimas e principais notícias policiais de Bragança Paulista, Atibaia e região é fácil. Acesse nossa aba especial no site, ou nossa página de noticias policias no face:

Deixe uma resposta