Buracos nas ruas causam prejuízos

As reclamações de buracos em vias não param de chegar na redação do Em Pauta. Pelos quatro canto da cidade, há reclamações, apesar do esforço e das obras de recapeamento e tapa buracos da Prefeitura. Muitos, motoristas, aliás, tem reclamado dos prejuízos que tiveram por causa da falta de agilidade da Prefeitura em tapar ou sinalizar os buracos.

Ângelo Gomes da Silva, procurou a reportagem dizendo que no sábado, 29, caiu com o carro em um buraco na Avenida Alberto Diniz que a partir desta quarta-feira, 4, contará com radares em operação O resultado? A roda amassou e o pneu furou. Logo em seguida, quando ainda aguardava por socorro, outro veículo ficou enroscado no mesmo buraco e o motorista também teve prejuízo com pneu e rodas.

“A sorte é que eu tinha um outro pneu e deu para apenas desamassar a roda”, disse Angelo.

Mesmo assim, ele teve um prejuízo de R$ 50,00. Na borracharia que procurou, aliás, os borracheiros disseram que têm sido comum motoristas procurá-los porque tiveram problemas no mesmo local.

No facebook, aliás, encontramos a postagem de Valdir Cechheto, de sexta-feira, 28. Ele publicou um desabafo em sua página após ter tido prejuízos por causa de um buraco na mesma via.

“Agora pergunto quem vai pagar por isso, vai esperar algum motorista ou motociclista morrer para arrumar?”, disse em seu facebook. A reportagem tentou contato com ele a fim de apurar de quanto foi seu prejuízo, mas não obtivemos retorno até o fechamento desta edição.

Cruzamento da João Franco x Francisco Cacozzi

Não é só na Avenida Alberto Diniz, que dá acesso à Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira (Bragança/Itatiba) no entanto, que os motoristas estão tendo prejuízos com os buracos. No cruzamento da Rua João Franco com a Rua Francisco Cacozzi, os problemas se repetem.

Uma leitora disse que teve que gastar R$ 1.200, com pneu, amortecedor, molas e calotas. “Além dos moradores e de quem passa por ali todos os dias, vivem caindo no local os entregadores de marmitex e de pizza”, ressalta pedindo providências urgentes.

Segundo nossa leitora pelo menos dois casos, foram registrados nos últimos dias.  “Os buracos só aumentam e não tem mais onde remendar a rua”, disse ela cobrando o recapeamento da via.

 

Tem algum problema no seu bairro? Quer fazer alguma reclamação ou sugestão de matéria ? Entre em contato com a gente pelo [email protected] ou pelo WhatsApp Em Pauta: (11) 9-9783-2095. 

 

 

Deixe uma resposta