comissão para analisar transporte coletivo

A Câmara Municipal de Atibaia criou na sessão de terça-feira, 19, a Comissão Temporária de Assuntos Relevantes.

A comissão conta com a finalidade de analisar o contrato entre a Prefeitura e a empresa de transporte coletivo SOU Atibaia. A proposta é do vereador Júlio Cesar Mendes (PROS). A empresa é de propriedade de Marquinhos Chedid.

A comissão é composta por cinco vereadores e tem prazo de 90 dias. Ela pode ser prorrogável por igual período.

A ideia da comissão é  apurar as queixas da população e a prestação do serviço.  As medidas adotadas pela Prefeitura em relação às reclamações também serão analisadas.

Durante os trabalhos, a comissão pode convidar qualquer envolvido nos assuntos de sua análise – nas esferas municipal, estadual e federal. Aliás, a comissão pode solicitar informações aos órgãos competentes antes de elaborar seu parecer sobre a matéria.

“Verifiquei ser de extrema necessidade a criação desta comissão para analisarmos o cumprimento do contrato de concessão, as falhas na prestação do serviço, as condições dos veículos que estão circulando, bem como apurarmos todas as denúncias encaminhadas pela população”, justifico o vereador Júlio Cesar Mendes.

A comissão é composta pelos vereadores: Reginaldo Ramos (PSB), José Carlos Machado (PSL), Ubiratan Fernandes (PV) e Daniel Martini (Rede).

Outras notícias da região estão disponíveis no link: https://bragancaempauta.com.br/category/regiao/