Pelo menos três casos de catapora, ou varicela, foram registrados em uma mesma escola de Bragança Paulista, o que fez com que muitos pais ficassem preocupados e em alerta.

Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto, a reportagem do jornal on line Bragança Em Pauta, conversou com especialistas no assunto.

A catapora é uma doença infecciosa, que é causada pelo vírus Varicela-Zóster.

A doença é a altamente contagiosa e antes da invenção da vacina, era uma das doenças mais comuns na infância.

Quais são os sintomas da catapora?

A catapora é uma doença muito fácil de ser diagnosticada.

Os primeiros sintomas são: febre alta, em torno de 37,5° e 39,5°.  Além disto, o paciente têm também  mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e cansaço.

Somente depois, entre 24 e 48 horas, é que surgem as famosas manchas avermelhadas pelo corpo, que em seguida,  dão lugar a pequenas bolhas ou vesículas cheias de líquido que, com o tempo, formam crostas que irão gerar muita coceira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Como a doença é transmitida?

Assim como tantas outra doenças, a transmissão da catapora ocorre por contato direto com saliva ou secreções respiratórias da pessoa infectada.

Além disto, a doença pode ser transmitida também por contato com o líquido do interior das bolhas do paciente doente, mas isto é bem mais raro.

Importante lembrar que não se deve coçar as feridas da catapora por dois motivos: primeiro porque não coçar diminui o risco de infecções e segundo, porque evita a formação de cicatrizes.

É bem difícil convencer uma criança a não se coçar, não é mesmo? Mas é o mais prudente a ser feito !

Ah, e é bom lembrar que adultos também podem contrair a doença e neste caso, merecem atenção e cuidados diferenciados.

Vacinação contra a catapora

Desde 2013, a vacina contra catapora, foi incluída no calendário de vacinação do SUS. A  vacina é recomendada para crianças a partir de um ano e também para adolescentes e adultos com baixa imunidade.

Em contato com a Secretaria de Saúde, Marina de Fátima Oliveira, ela informou que como faz parte do calendário de vacinação, as vacinas contra catapora para as crianças, estão disponíveis em todas as unidades de saúde.

Se você tem dúvidas se seu filho tomou ou não, basta procurar a posto de saúde mais próximo da sua casa.

Vale lembrar que o Ministério da Saúde passou a disponibilizar este ano, a segunda dose da vacina varicela (atenuada) para crianças de 4 até 6 anos de idade.  A vacinação nesta faixa etária visa corrigir possíveis falhas vacinais da primeira dose, além de aumentar a proteção deste grupo alvo contra varicela, prevenindo ainda a ocorrência de surtos de varicela, especialmente em creches e escolas.

A primeira dose da varicela é ofertada aos 15 meses com a vacina tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) ou varicela atenuada , disponível na rotina de vacinação das crianças desde 2013.

A secretária informou ainda que até a tarde de quarta-feira, 25, não havia sido informada oficialmente sobre nenhum surto da doença do município, mas entraria em contato com a escola, afim de investigar a situação.

A catapora só é uma doença de notificação compulsória, em casos de internação e óbitos. Quando há surtos da doença, os casos devem ser investigados para que sejam adotadas medidas a fim de não existir contaminação de um grande número de pessoas.

 

 

Deixe uma resposta