Esta marcada para o dia 25, às 9h, reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI) das Pedaladas, que tem com o objetivo a abertura de envelopes de propostas para a contratação de assessoria técnica externa, que investigará se o prefeito Fernão Dias da Silva Leme cometeu, ou não, irregularidades ao cancelar empenhos no final de 2015.

A carta convite para contratação de empresa com esta finalidade já está disponível no site da Câmara e pode ser acessada através do link: http://www.camarabp.sp.gov.br/ .

O resumo do edital será publicado, segundo a Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal, no jornal Imprensa Oficial na próxima terça-feira, dia 17.

Os trabalhos da CEI estão suspensos, até que uma empresa de assessoria seja contratada. A previsão é que após a abertura de envelopes e medidas de praxe, as reuniões sejam retomadas a partir do dia 12 de junho.

A CEI foi proposta pelo vereador Paulo Mário.

“Minha denúncia está baseada em um tripé: o cancelamento de empenhos por parte do Executivo, a quebra de contratos e as ‘pedaladas fiscais’ (mascaramento de informações)”, iniciou Paulo Mário.

O vereador questiona porque em novembro o déficit nas contas públicas era de R$ 36 milhões e em dezembro este valor caiu para R$ 9,4 milhões, aumentando em janeiro para R$ 88 milhões.

“No mês de dezembro, entendo, e é isso que a comissão irá analisar, que só houve empenho da folha de pagamento, os demais foram todos cancelados e refeitos em janeiro. O cancelamento de empenhos de obras em andamento é quebra de contrato. Esta é minha análise”, defendeu o vereador ao apresentar suas justificativas.

A CEI das Pedaladas é composta pelos vereadores José Gabriel Cintra Gonçalves (presidente), Miguel Lopes (relator), Antonio Bugalu, Natanael Ananias e Rita Valle.