Chedid anunciou concurso público e mini reforma

O prefeito Jesus Chedid, anunciou na manhã desta sexta-feira, 11, que a Prefeitura de Bragança Paulista fará no mês de março um concurso público para diversas áreas no município. Ele anunciou também que fará uma mini reforma administrativa.

O anúncio foi feito à imprensa, antes do início de uma reunião com secretários municipais e assessores marcada para que pudessem traçar metas para 2019 e 2020. A reunião está acontecendo neste momento no gabinete do prefeito Jesus Chedid e deve se estender durante todo o dia.

O prefeito anunciou também que irá proibir a autorização de novos loteamentos em Bragança Paulista. A proibição deve ser regulamentada por decreto. Ela deve ocorrer, de acordo com ele até que a revisão do Plano Diretor seja concluída. Disse, aliás, que a cidade está sendo fatiada sem que gere empregos ou retorno para o município.

Prefeito promete inovação

Ao fazer um rápido balanço do mandato, Jesus Chedid disse que seu governo conta com a aprovação da população. Disse ainda que para os próximos dois anos pretende ser, aos 80 anos de idade, um prefeito da inovação. E disse que está pré agendada para fevereiro uma visita do Governador do Estado, João Dória à Bragança Paulista.

Os dois primeiros anos do mandato de Chedid foi marcado, no entanto, pela continuidade ou início de obras programadas justamente pelos dois governos anteriores.

Com relação ao concurso, o prefeito ainda não deu detalhes sobre a quantidade de vagas e áreas. Ele ressaltou, entretanto, que a programação é que o concurso ocorra no mês de março.

Reforma administrativa

A mini reforma anunciada pelo prefeito contempla a criação de uma Secretaria Municipal de Comunicação. Caberá a ela cuidar do relacionamento com a imprensa e da imagem do governo. Ainda não foi anunciado quem assumirá a pasta.

Além disso, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico deverá ser unificada com a Secretaria de Governo. Atualmente o cargo é ocupado por Marcos Tasca, que além de cuidar do relacionamento com a Câmara Municipal, por exemplo, cuidará também das áreas de indústria, comércio e emprego, por exemplo.

Também será criada oficialmente a Coordenadoria de Convênios, que nos primeiros dois anos foi comandada por Christian Conte. Ele também cuidava dos convênios nas administrações de João Afonso Sólis (Jango) e Fernão Dias da Silva Leme. Christian, que era secretário de Desenvolvimento Econômico pediu exoneração no final de 2018.  Quem assumiu o cargo foi Rodrigo Dematê, que segundo Chedid será então o coordenador dos convênios.

Para fazer a mini reforma um projeto de lei deve ser enviado à Câmara Municipal e tramitar pelas comissões até ser apreciadas pelos vereadores em plenário.

Mobilidade Urbana

Havia expectativa de que um novo secretário de Mobilidade Urbana fosse anunciado ainda no final de 2018, o que não ocorreu. O Bragança Em Pauta questionou Chedid se o novo nome seria anunciado durante a reunião, porém, o mesmo disse que ainda está conversando com um convidado a assumir a pasta. “Eu não posso errar nesta nomeação”, disse.

A Secretaria de Mobilidade Urbana foi criada em 2017 anunciando que seriam feitas revoluções no trânsito de Bragança Paulista. A área foi, entretanto, uma das mais criticadas durante os dois primeiros anos de gestão. Exemplo disso foram as mudanças na Avenida dos Imigrantes que causaram transtornos durante meses aos bragantinos. Além disso, a Zona Azul digital ainda não saiu do papel. Os radares e OCRs, por sua vez, estão desligados há praticamente 9 meses.

Além dos secretários municipais chamou atenção na reunião em que Chedid anunciou concurso público e mini reforma, a presença dos ex-secretários de Cultura Cléber Centini Cassali e de Segurança Dorival Francisco Bertin. Os dois foram exonerados em abril de 2018 após questionamentos na Justiça de que não poderiam exercer os cargos. O deputado Edmir Chedid e sua assessoria segundo o prefeito também participariam da reunião para tratar sobre as verbas estaduais.