Comerciante é detido após insistir em não fechar comércio

Bragança Paulista continua em quarentena assim como todas as cidades do Estado de São Paulo até o dia 31 de maio. Com isto, só pode funcionar os comércio considerados essenciais. Mesmo com todos os alertas e riscos por causa do coronavírus, alguns empreendedores preocupados em manter o ganha pão tem aberto irregularmente seus estabelecimentos.

Na manhã de sábado, 16, um comerciante foi detido pela Guarda Civil Municipal, após insistir em não fechar o seu estabelecimento.

Conforme o apurado pelo Em Pauta, os guardas se dirigiram até o estabelecimento comercial na Rua Cel. João Leme em apoio a uma equipe de fiscalização da vigilância sanitária.

O  proprietário estava resistindo à ordem de fechar o estabelecimento, que não é de serviço essencial.

O homem estava muito alterado e só depois de algum tempo acabou atendendo à ordem de fechar o estabelecimento. Ele foi conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil, autuado em flagrante por resistência e infração de medida sanitária preventiva e liberado após o pagamento de fiança.

Bragança Paulista tem até o momento 150 casos confirmados de coronavírus, entre eles 10 mortes.

Só na sexta-feira, 15, a Prefeitura aplicou uma notificação de penalidade, bem como 8 de adequação. Além disso fez 4 orientações verbais. No final de semana foram efetuadas mais 10 notificações de adequação.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias pelo celular acesse: https://chat.whatsapp.com/EGKvaEp41fQ5OhAEyLUA2u

Deixe uma resposta