São Paulo é, sem dúvida, uma das cidades mais democráticas do Brasil quando o assunto é diversão.

Dos eventos mais simples, como um passeio gratuito num parque bacana ou um “rolê” no shopping, a shows internacionais e espetáculos luxuosos, há opções para todos os gostos e bolsos.

Trilha Pedra Grande

Localizada no Parque Estadual da Cantareira, zona norte da cidade, a trilha da Pedra Grande é uma excelente opção para quem quer ver São Paulo de cima, em meio a natureza e com um visual, no mínimo, incrível.
Endereço: Rua do Horto, 1799 – Horto Florestal. Paga-se R$ 13,00 para entrar no parque e fazer a trilha.

Parque da Água Branca

É possível fazer um piquenique no parque, com clima rural em plena cidade de São Paulo, e ainda contar com a companhia de cavalos, gansos, galinhas e lagos com peixes.
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 455 – Perdizes. Entrada gratuita.

Memorial da América Latina

Para comemorar o aniversário de São Paulo, o memorial recebe o Festival da Cerveja Artesanal, que oferece diferentes opções de rótulos e sabores para os apreciadores da bebida, com chopes no valor máximo de R$ 10. Em paralelo, o Festival do Pastel oferece diversas delícias para não deixar ninguém na vontade. Entrada gratuita. Horário: das 10h às 21h.
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda.

Zoológico de São Paulo

O dia chegou ao fim e você acha que a diversão acabou. Só que não! O zoológico da cidade de São Paulo oferece a oportunidade dos visitantes irem ao local durante a noite. Tigres brancos, tamanduás, hipopótamos lobos e leões são exemplos de animais que têm hábitos noturnos e serão muito mais fáceis de ser observados. Os passeios têm início às 19h e vão até às 22h.
É preciso agendar com antecedência e os ingressos custam R$ 75, sendo que crianças de 5 a 10 anos custam R$ 55. Endereço: Av. Miguel Estéfano, 4241 – Vila Água Funda.

Parque do Ibirapuera

Um dos parques mais famosos de São Paulo, e também um dos maiores cartões postais da cidade, o Ibirapuera tem atrações para todo tipo de público. Nos seus 1,6 milhão de m², abriga a Fundação Bienal, o Museu Afro Brasil, o MAM (Museu de Arte Moderna) e a Oca. Sua infraestrutura oferece aos visitantes campo de futebol de saibro, pista de corrida de seis mil metros, dois playgrounds, sete quadras poliesportivas e aluguel de bicicletas, além de lanchonete e restaurante. Tem ainda o Pavilhão Japonês, a grande Marquise ideal para skatistas e patinadores, o Viveiro Manequinho Lopes, o Planetário e o Auditório, que sempre oferece grandes apresentações de orquestras e bandas nacionais e internacionais.
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº,Zona Sul.

Pátio do Colégio
Que tal visitar o local de fundação da cidade, em 25 de janeiro de 1554: o Pateo do Collegio, onde 13 jesuítas (entre eles José de Anchieta e o padre Manoel da Nóbrega) construíram uma cabana de pau a pique para catequizar os índios que moravam nos arredores. Depois de conhecer a réplica desta cabana, montada no mesmo local da original, a sugestão é conhecer a Catedral da Sé, o Convento de São Francisco, o Museu dos Jesuístas, a Igreja de São José, o Mosteiro de São Bento, o solar da Marquesa de Santos (amante de D. Pedro I) e o edifício Martinelli, primeiro arranha-céu da história de São Paulo, que tem esse nome porque dentro da tradição católica, teria sido também em um dia 25 de janeiro a conversão do apóstolo Paulo.

Theatro Municipal

O Theatro Municipal foi inaugurado em 1911, ali aconteceu a Semana de Arte Moderna de 1922, maior evento cultural da história do país e até hoje abriga escolas e exposições da vanguarda artística, apresentações de orquestras, encenações de ópera, balé, coral, entre outros.

Praça da República
Apesar de ser uma das mais antigas regiões da cidade, a Praça da República é chamada de centro novo justamente porque o marco zero é o Pateo do Collegio. O professor de História do Stoodi Eduardo Baez conta que no século 19, as atividades predominantes na região da Praça da República eram rodeios e touradas. Perto dali, vale dar um pulo no Colégio Caetano de Campos e conhecer a instituição onde estudaram nomes como Sérgio Buarque de Holanda, Mário e Oswald de Andrade e Cecília Meireles. Para seguir na toada cultural, a Biblioteca Mário de Andrade pode ser visitada a qualquer hora do dia (é uma das únicas do mundo desse porte que funciona 24h) e, para finalizar, o toque é conhecer o Edifício Copan, que foi projetado na década de 50 por Oscar Niemeyer e tornou-se referência na arquitetura mundial.

Estádio do Pacaembu

Visitar o septuagenário estádio do Pacaembu vem com um bônus: ter acesso a um dos maiores bancos de dados sobre o futebol de todo o mundo. O Museu do Futebol tem um acervo incrível de fotos, vídeos, curiosidades, objetos de atletas famosos, depoimentos, áudios com narrações de jogos, cantos de torcida e muito mais. A dica é visitar aos sábados, quando o ingresso é gratuito. Se você for fã de museus, nos arredores do Pacaembu há também o Museu de Arte brasileira.

Uma dica bacana é aproveitar para fazer estes passeios de táxi, durante o feriado O Vá de Táxi, aplicativo da Porto Seguro para solicitação de táxi, está oferecendo até 40% de desconto nas corridas, para quem quer curtir a metrópole em diferentes ângulos, com estimativa do valor da corrida de táxi, tomando como ponto de partida a Praça da Sé