Um leitor do jornal on line Bragança Em Pauta nos enviou pela manhã uma foto da Avenida Dr Arnaldo dos Santos Cerdeira, no Bairro Cidade Planejada II, que mostra cavalos comendo o mato no canteiro central da avenida.

Quando a foto chegou na nossa redação, já a separamos para a nossa seção: “Como é que é?” e íamos publicar que os cavalos estavam fazendo o trabalho da Prefeitura, mas nosso leitor brincou parafraseando o nosso coirmão, o jornal Gazeta Bragantina que tinha a coluna “Tamo na Roça”, que expunha os problemas do dia a dia da cidade e disse: “Não estamos na roça, mas quase….”

Não podíamos então, respeitosamente, deixar de usar o bordão: “Tamo na Roça!”.

O mato alto, que no canteiro serve de alimentos para os animais, é motivo de muita reclamação por causa do acúmulo de sujeira e consequentemente doenças que podem causar.

Não bastasse expor o problema de zeladoria do município a foto, expõe outro grave problema que nos faz remeter também a outra coluna do citado jornal: “A Zona Continua”, que falava sobre problemas de mobilidade urbana.

Os cavalos soltos, podem a qualquer momento invadir a via e causar acidentes com motos e carros, que passam constantemente pela local, uma das principais avenidas do bairro.

Acidentes com animais na pista podem causar grandes danos e até morte de motoristas e passageiros, devido ao porte dos animais. Dependendo do impacto causado pela velocidade dos veículos, um acidente pode ser fatal.

Fica aqui então o nosso apelo:  Como é que é? Cavalos estão substituindo a Prefeitura?

Atenção Secretaria de Mobilidade Urbana!  Atenção Secretaria de Meio Ambiente! Atenção Secretaria de Serviços, deste jeito, só nos resta dizer que a zona continua na roça!

 

Deixe uma resposta