Morador de rua morre afogado no Lago do Taboão após aposta

Na fria noite desta terça-feira, 16, um corpo foi localizado no Lago do Taboão.  Trata-se do corpo de Waldemar Borges da Silva Filho, de 35 anos. O morador morreu afogado, após pular no lago por causa de R$ 10,00 e um litro de pinga.

Conforme apurado pelo Jornal Bragança Em Pauta, o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 21h e após aproximadamente 30 minutos de trabalho, acabou localizando o cadáver do  homem, pardo, de aparenta meia idade. Ele trajava bermuda jeans e camiseta preta.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o cadáver estava no fundo do lago, há cerca de 3 metros de profundidade. Foi necessário o trabalho de mergulhadores da Corporação, para localizá-lo.

Equipes da Polícia Militar, da Guarda Municipal e da Polícia Civil também estiveram no local, para início das investigações.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e constatou o óbito. O corpo do morador de rua foi recolhido para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de exames necessários.

Até às 23h, a Polícia Científica ainda era aguardada nas margens do lago, para realização da perícia e posterior apresentação da ocorrência no Plantão Central.

Porque o morador de rua pulou no Lago?

De acordo com o registrado os guardas informam que a vítima encontrava-se na Avenida Alpheu Grimello, nas proximidades da Churrascaria Porteira Gaúcha. Foi então que populares
lhe disseram que “se ele nadasse até o outro lado do lago na Avenida Dom Pedro I ele ganharia R$10,00 e 1 litro de pinga”.

Por causa da bebida e do dinheiro, o morador de rua aceitou a aposta, pulou no lago, mas não conseguiu fazer a travessia e morreu afogado.

Para ficar sempre por dentro destas e outras notícias policiais de Bragança Paulista e região acesse: 

https://bragancaempauta.com.br/category/policia/  
https://www.facebook.com/policiaempauta/

 

 

Deixe uma resposta