Quantas vezes você já tentou emagrecer ? Quantas dietas você já fez, sem qualquer acompanhamento? Nos últimos dias, muito se tem falado da Dieta da Cinderela, que rapidamente se espalha pelo mundo todo através das redes sociais. Diante de toda esta polêmica, da Dieta da Cinderela, o Bragança Em Pauta, conversou com a psicóloga Luciana de Moreschi sobre o assunto.

Você já sabe o que é esta nova mania?

Bem, a ideia é perder peso (muito peso) e, com isto, conquistar a silhueta de uma princesa da Disney: a Cinderela. Isto mesmo, conquistar a cinturinha de um personagem de desenho animado.

Será que é possível? Será que é saudável? Será que vale a pena?

Assim como tantas outras dietas da moda, a dieta da Cinderela ou Desafio do Peso da Cinderela, promete milagres que podem colocar em risco a saúde de quem pratica.

A dieta propõe  restringir a alimentação para que a mulher tenha um índice de massa corpórea (IMC) na casa dos 18. Acontece, que para a Organização Mundial de Saúde, quem têm índice abaixo de 18,5 já está abaixo do peso, ou seja, você ganha a cinturinha da Cinderela, mas perde sua saúde !

CONTINUA DEPOIS  DA PUBLICIDADE



Você sabe como calcular o IMC?

O IMC é calculado a partir da divisão do peso da pessoa, em quilos, pelo quadrado da altura, em metros.

A atriz Lily James que interpretou a Cinderela nos cinemas em 2015, chegou a dizer na época do lançamento do filme que para ter uma cintura fina para interpretar a personagem teve que fazer durante um bom tempo, uma dieta apenas há base de líquidos.

Será que vale a pena o sacrifício?

Claro que não !

Até porque, não adianta nada ter a cinturinha da Cinderela e não ter condições de saúde. Magreza, nem sempre é sinônimo de saúde e muito menos de felicidade.

Cada pessoa tem a sua estrutura física e na hora de começar uma dieta é sempre importante procurar um profissional para fazer o acompanhamento. Muito mais do que emagrecer, é importante também estar em plena harmonia consigo mesmo.

Pensando nos riscos de uma dieta como esta e da busca de muitas mulheres pelo tão sonhado “peso ideal”, que na verdade depende de cada um,  a  reportagem do jornal on line Bragança Em Pauta bateu um papo com a psicóloga e sexóloga Luciana de Moreschi, do portal Sexologar.

Para ela a Dieta da Cinderela é “uma busca do peso IRREAL!”

“Mais uma vez a busca desenfreada e irresponsável por seguir um padrão de beleza imposto segue passando por cima do bom senso e saúde de mulheres no mundo todo. Enquanto as mulheres buscam por um peso “irreal” que nem sempre condiz com os padrões da sua estrutura corporal, eu insisto na necessidade de campanhas que apoiam os pontos fortes e a diversidade da beleza feminina , o que de maneira alguma se resume a ser magra”, ressaltou a sexóloga.

Luciana acrescenta que “infelizmente para a maior parte de nós a beleza está sim vinculada ao peso, um pensamento imposto pela mídia cruel e implacável. Uma ideia horrível que compramos e vendemos todos os dias. Todos os dias nos vendem um elixir da magreza como se isso fosse resolver todos os seus problemas de autoestima e relacionamento”.

Ela vai além e acrescenta:  “Sinto muito frustrar vocês mulherada, os problemas não acabam com o fim do excesso de gordura. Existem muitos bons motivos para emagrecer, e, ser mais saudável é com certeza um deles, mas emagrecer com saúde e responsabilidade não é milagroso e nem rápido, muito menos indolor!”

Luciana recomenda que para cuidar da saúde é necessário se começar cuidando da nossa saúde emocional. “Cuide-se e comece buscando uma ajuda profissional!”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *