Dez anos depois da implantação da Lei nº 11.705, conhecida também como Lei Seca, muitos motoristas ainda não apreenderam que bebida e direção não combinam e o final de semana foi marcado em Bragança Paulista por mais dois flagrantes de embriaguez ao volante.

Na manhã de sábado, 14, Guardas Civis Municipais foram comunicados sobre um acidente de trânsito no cruzamento da Avenida José Adriano Marrey Júnior, com a Al. XV de Dezembro, envolvendo uma moto e um Fox vermelho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um homem, de 54 anos, seguia pela Al. XV de Dezembro na condução da sua motocicleta Honda/CG 150 Titan, prata, de placa DYO-4513/BP e quando parou no semáforo do cruzamento com Av. José Adriano Marrey Jr., que estava fechado, foi atingido na traseira pelo veículo VW/Fox, vermelho, de placas EIJ-0133/B.P.

Uma testemunha que presenciou o acidente seguiu o carro e acionou à Guarda Civil Municipal. A mulher, de 29 anos, que conduzia o Fox, foi deitada na Rua José de Oliveira.

Ela estava visivelmente embriagada, exalava odor etílico, tinha os olhos vermelhos e fala pastosa e foi conduzida ao Plantão Central da Polícia Civil.

A mulher se recusou a fazer o teste do etilômetro e a fornecer sangue para exame de dosagem alcoólica, sendo submetida a exame clínico, que confirmou a embriaguez.

Ela foi autuada em flagrante por embriaguez ao volante, acidente de trânsito e fuga de local de acidente e apresentada em audiência de custódia.

O motociclista sofreu fratura em um dos punhos e foi socorrido à Santa Casa.

O outro flagrante aconteceu na noite de sábado, 14, quando dois veículos e um triciclo se envolveram em acidente de trânsito na Rua João Franco.

Policiais Militares que atenderam a ocorrência apuraram que um homem de 69 anos,conduzia o VW/Gol, bege, de placas BIH-9229/B.P.,  e chocou o mesmo contra o triciclo JCC/Sport V01, preto, de placas FTH-9667/SP, que estava estacionado na altura do nº 215 e foi arremessado para a calçada.

Em seguida, o Gol se chocou contra o veículo GM/Corsa, cinza, de placas DBG-8113/B.P. e, desgovernado, atingiu um homem de 59 anos, que  conversava na calçada com o proprietário do triciclo.

Após o acidente,o motorista do Gol fugiu, mas foi seguido e detido.

Além de estar visivelmente embriagado, o motorista do Gol não portava Carteira Nacional de Habilitação, porque a mesma estava vencida.

Ele foi levado para o Plantão Central da Polícia Civil e se recusou a fazer o teste do etilômetro, mas forneceu sangue para exame de dosagem alcoólica e foi submetido a exame clínico, que confirmou a embriaguez.

O homem foi autuado em flagrante por embriaguez ao volante e acidente de trânsito e liberado após o pagamento de fiança.

Deixe uma resposta