Duas pessoas foram presas no domingo, 24, acusadas de embriaguez ao volante, um homem de 57 anos e uma mulher de 33 anos.

O primeiro flagrante de desrespeito à Lei Seca aconteceu na Rodovia Capitão Barduino, quando policiais rodoviários estaduais faziam fiscalização preventiva no local.

Assim que percebeu a presença dos policiais da rodovia o motorista de um veículo Fiat/Palio, verde, de placas CND-4111/B.P.,fez manobra de retorno e passou a trafegar na contramão.

Os policiais foram atrás do veículo e constataram que se tratava de um homem de 57 anos que estava visivelmente embriagado, que confirmou que tinha tomado cerveja.

O homem foi submetido ao teste do etilômetro, que confirmou a embriaguez, ficando constatado ainda que o mesmo  não é legalmente habilitado.

O homem foi  conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil, autuado em flagrante por embriaguez ao volante e falta de habilitação e liberado após o pagamento de fiança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O segundo flagrante aconteceu na Rua Maria do Carmo Teixeira Galasso, no Recanto Elizabeth, onde foi registrado um acidente de trânsito.

Conforme o registrado no Plantão Central da Polícia Civil, uma mulher de 33 anos, conduzia o veículo GM/Celta, preto, de placas DEX-9931/BP pela referida rua e acabou batendo seu carro contra o veículo Chevrolet/Celta, prata, de placas EVM-2606/BP, que estava devidamente estacionado.

O proprietário do Celta conversou com a motorista e sentiu cheiro de bebida, tendo ela fugido do local.

Ele então acionou a Polícia Militar e a seguiu até a Rua França, onde a moça parou.

Os policiais militares chegaram e a abordaram, constatando que ela estava visivelmente embriagada, com odor etílico, olhos vermelhos, fala embaraçada e disse não se lembrar de ter se envolvido em acidente de trânsito.

A mulher confirmou aos policiais que tinha ingerido cerveja.

Ela se recusou a fazer o teste do etilômetro e, conduzida ao Plantão Central da Polícia Civil, se recusou a fornecer sangue e fazer exame clínico, mas como era visível seu estado de embriaguez, ela foi autuada em flagrante por embriaguez ao volante e liberada após o pagamento de fiança.

O veículo dela, com licenciamento vencido, foi recolhido ao guincho.