Empresa de Zona Azul interrompe prestação de serviços em Bragança

A empresa Transitable interrompeu a prestação de serviços de Zona Azul Digital em Bragança Paulista. A informação foi confirmada pela Prefeitura após o Em Pauta, receber diversas reclamações de leitores que tentaram usar o serviço.

Os usuários, ao tentar usar o sistema na quinta-feira, 9, receberam avisos de erro de validação junto ao servidor da Prefeitura e que técnicos já estavam averiguando o problema.

Alguns, por e-mail, foram informados pela Transitable, que deveriam entrar em contato com a Prefeitura de Bragança Paulista pelo 153 da Guarda Civil Municipal. A dúvida dos motoristas é se eles serão ressarcidos, dos créditos já adquiridos, que ainda não tinham sido usados.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana,  a empresa Transitable,  deixou de operar a Zona Azul  no dia 8 de junho,  ou seja, há mais de um mês, por questões de ordem comercial.

Quais questões, no entanto, não foram especificadas.

A Prefeitura informou ainda que já está realizando a fase final de testes com uma nova empresa e que os créditos de estacionamento, deverão ser transferidos para o aplicativo da nova empresa.

O serviço de Zona Azul  era realizado até março de 2019 através de talões. Com a implantação da Zona Azul Digital, os talões foram substituídos pelos créditos digitais. A Prefeitura chegou a divulgar que poderia fazer a cobrança de Zona Azul para motos, mas isto nunca entrou em operação.

Até que os testes sejam realizados,  a Zona Azul deve ficar inoperante em Bragança Paulista.  A Prefeitura ainda não divulgou qual a nova empresa que está fazendo testes e nem quando deve começara a operar o sistema.

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

Deixe uma resposta