Foto: Secretaria de Segurança Pública de São Paulo

Com a intervenção no Rio de Janeiro, os secretário de Segurança Pública dos estados de São Paulo, Espírito Santo e Minas Gerais se reuniram com ministro da Justiça  Torquato Jardim, para tratar de segurança nas divisas.

A reunião aconteceu na manhã desta quinta-feira, 22, na sede da SSP em São Paulo e o objetivo foi traçar estratégias conjuntas para prevenção de crimes nas divisas dos três Estados com o Rio de Janeiro.

“Como nos demais Estados [ES e MG], em nenhum momento se detectou migração da criminalidade do Rio de Janeiro para São Paulo. Nem quando houve a instalação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), saturação em comunidades, ECO 92 ou mesmo durante a Copa do Mundo”, explicou o secretário paulista, Mágino Alves Barbosa Filho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



“A primeira motivação [da reunião] é a cooperação, nos âmbitos político, financeiro e operacional. Por mais eficaz que seja a intervenção no Rio e os órgãos de segurança pública do Espírito Santo, Minas e São Paulo, o êxito será maior se trabalharmos todos juntos”, ressaltou Torquato Jardim.

Segundo o divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a União poderá auxiliar os entes federados por meio de envio de equipamentos, veículos e armamentos, além de permitir acordos para aprimorar a atuação integrada entre integrantes de ambos os poderes.

“O segundo ponto da reunião foi a precaução”, prosseguiu o ministro. “Não sabemos as consequências que o sucesso da intervenção no Rio trará aos demais Estados, então vamos priorizar a integração para inteligência, informação, alerta e precaução. Isso se dará, por exemplo, como o reforço de cooperação nas rodovias paulistas”.

O ministro Torquato deve ratificar um protocolo de intenções para possibilitar a atuação da Polícia Militar nas rodovias federais, especialmente no eixo Dutra-Fernão Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *