roubo

Mais dois casos de violência doméstica tiveram registro no final de semana, um envolvendo mãe e filhos e outro envolvendo ex-companheiros.

No final da noite de sábado, dia 31, Policiais Militares foram acionados para atender uma desinteligência doméstica no Jardim Águas Claras.

Quando lá chegaram encontraram o agressor Antonio Tavares da Cruz Jr., de 38 anos, detido por populares.

Ele tinha agredido e ameaçado de morte sua mãe, de 61 anos e sua irmã, de 41.

As vítimas relataram que ele chegou em casa alcoolizado e partiu para a agressão. Os policiais então deram voz de prisão a Antonio e o levaram para o Plantão Central da Polícia Civil, onde ele foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa e ameaça – violência doméstica – e recolhido à cadeia.

AGRESSÃO DE EX

Já na madrugada de domingo, dia 1º, uma mulher compareceu ao Plantão Central da Polícia Civil, relatando que seu ex-companheiro Cláudio Júnior Aragon, 21 anos, de quem estava separada há três anos, a manteve subjugada durante horas, ameaçando-a de morte e agredindo-a com socos.

A vítima informou ainda que Cláudio, a todo o tempo dizia que a mataria se ela não deixasse o atual companheiro.

Ela informou ainda que Cláudio estava de saída temporária de final de ano e para evitar que ele fosse atrás de seu atual companheiro, ela permaneceu com Cláudio e na primeira oportunidade que teve, se desvencilhou dele e saiu, indo até a delegacia.

Diante da gravidade dos fatos, a Guarda Civil Municipal foi acionada e compareceu à residência de Cláudio, prendendo-o e conduzindo-o ao Plantão Central, onde ele foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa e ameaça – violência doméstica, mais o agravante de ter descumprido os requisitos do benefício de saída temporária, sendo novamente recolhido à cadeia.