Depois de sofrer com as fortes chuvas na segunda-feira, dia 6 e na terça-feira, dia 7, foi a vez do bragantino acordar nesta quarta-feira, dia 8, sem transporte coletivo e coleta de lixo.

Funcionários das empresas Nossa Senhora de Fátima Auto Ônibus e Embralixo cruzaram os braços e fazem nesta manhã uma paralisação na porta da empresa, devido a atraso de pagamentos do salário.

A reportagem do Bragança Em Pauta conversou com o motorista Osmar Vilella, que acrescentou o descontentamento dos funcionários das duas empresas, devido aos recorrentes atrasos de pagamentos de salário, adiantamento e vale alimentação, além de pagamento de salário parcelado.

“A gente faz acordos e eles não são cumpridos. As nossas contas, chegam e pagamos com juros”, disse.

Os motoristas reclamam também que eles tinham até dezembro um vale alimentação de R$ 405,00 e que o mesmo, sem aviso prévio foi cortado, passando para R$ 305,00 e mais uma cesta básica. O valor do vale dos catadores de lixo também foi reduzido de R$ 305,00 para R$ 205,00 e uma cesta básica.

Neste momento, a Prefeitura realiza uma reunião com representantes do sindicato da categoria para tratar sobre o assunto.

A empresa não quis se manifestar sobre a paralisação que deixa sem transporte e coleta de lixo toda a cidade.

Apenas os ônibus fretados e os ônibus que prestam serviço de transporte escolar deixaram a garagem da empresa nesta manhã.