Funcionários da Energisa realizam neste momento um ato de repúdio a demissões e também por causa da precarização dos serviços.

O protesto acontece na Avenida Alpheu Grimello, no Lago do Taboão, com a presença do sindicato da categoria.

Os funcionários reclamam de falta de critérios para os cortes e que o número de demissões acaba sobrecarregando ainda mais os outros funcionários.