GCM cuida de veículos às margens do Lago ao invés de patrulhar

Diversas são as reclamações recebidas pelo Jornal Bragança Em Pauta com relação ao estacionamento de veículos que virou às margens do Lago do Taboão desde a semana passada. A principal delas é com relação ao fato da Guarda Civil Municipal – GCM cuidar 24 horas dos veículos às margens do Lago ao invés de patrulhar.

Muitos questionaram porque os veículos já não foram colocados em funcionamento. Outros reclamaram que os carros tiram a bonita visão do Lago do Taboão. Para os leitores os veículos ali estacionados passam uma impressão desagradável, de atraso, para quem visita a cidade. “Com tanta tecnologia a disposição tem formas muito mais eficientes de divulgação. A população quer ver estes carros em ação” desabafou uma leitora.

O que mais gerou reclamação, no entanto, foi que para garantir que os veículos permaneçam seguros durante dia e noite guardas municipais e uma viatura, ficam a postos.  Faça sol ou chuva, ao invés de estarem patrulhamento pelas ruas da cidade, desde que os carros foram expostos no local, os guardas também lá estão. Toda hora há revezamento de guardas e viatura.

Vale lembrar que de acordo com o artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro estacionar veículos em gramados ou jardim público é infração grave de trânsito. Curiosamente, cabe à GCM, que lá está vigiando os carros, aplicar multas.

Na administração do prefeito Fernão Dias, uma Brasília estilizada, foi colocada às margens do Lago do Taboão. A ideia na época foi do vereador e então secretário de Cultura, Quique Brown. O que para ele era considerada uma expressão artística,  também gerou muitas reclamações. O carro dias depois foi retirado do local. A carcaça do veículo inclusive foi uma das leiloadas pela Prefeitura.

Veículos são para Educação

Em nota da Divisão de Imprensa, divulgada na tarde desta segunda-feira, 25, a Prefeitura informou que os 8 veículos são para a renovação da frota da Secretaria Municipal de Educação. São 4 Renault Sandero, 01 Chevrolet Cobalt e 3 caminhões, sendo 2 caçambas e 1 baú.

Os veículos, de acordo com a Prefeitura foram adquiridos com recursos próprios. Eles  servirão para o transporte de materiais, servir a equipe de manutenção, serviços administrativos, entre outros.

Os mesmo ainda não foram colocados em uso porque a documentação e emplacamento ainda estão sendo providenciados.

Deixe uma resposta