Na noite de segunda-feira, dia 22, Géssica Braga de Oliveira, de 25 anos, se entregou a Polícia Civil.

Ela confessou que foi ela quem matou Ronaldo do Prado, de 40 anos, na manhã de sexta-feira, na cidade de Pedra Bela.

A briga familiar, segundo o depoimento dela vinha ocorrendo há tempos e Ronaldo do Prago e seu irmão Marcos Thiago teriam no mês de junho, agredido seu marido Lázaro Alonso, quebrando o maxilar do mesmo.

Em seu depoimento, ela disse que atirou porque não aguentou ver seu pai em luta corporal com os irmãos.

A Polícia Civil continua investigando o caso, já que é necessário explicar por exemplo, a origem da arma, e como a briga começou.

Géssica foi presa temporariamente e deve ser transferida para a Penitenciária Feminina de Mogi Guaçu. Como ela tem um bebê de apenas três meses que ainda amamenta, sua família está tentando que ela permaneça em uma cela especial.