Também insatisfeitos com  decisão do juiz eleitoral Rodrigo Sette Carvalho, de que Renato Frangini não precisava se descompatibilizar do cargo e pode, portanto, prosseguir sua candidatura, Jesus Chedid e seu grupo entraram no final da tarde de segunda-feira, dia 5, com um recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Agora, Frangini tem prazo de 3 dias para se manifestar e se defender.

Tanto no caso de Renato Frangini como de Jesus Chedid e Amauri Sodré, independente da decisão em segunda instância no TRE caberá recurso no TSE.