No final da noite de domingo, dia 27, mais um flagrante de violência doméstica foi registrado em Bragança Paulista.  Desta vez o caso foi registrado como tentativa de homicídio e a vítima foi uma mulher, grávida de 6 meses.

De acordo com o registrado no Plantão Central, Guardas Civis Municipais foram atender ocorrência de violência doméstica no Conjunto Habitacional Marcelo Stéfani e em contato com a vítima, ela relatou que seu amásio Diogo de Jesus Placidino, de 31 anos, chegou em casa drogado e passou a ameaçá-la de morte.

O rapaz, já foi preso, em outra oportunidade, acusado de tentar matar uma outra ex-mulher e sua filha.

A vítima relatou aos guardas que ainda tentou acalmar o rapaz, mas foi agredida com uma tapa no rosto.

Uma vizinha ainda tentou tirar a filha do casal, de apenas 5 anos, da casa, mas foi impedida pelo agressor, que em seguida desferiu o segundo tapa no rosto da mulher grávida.

O Diogo Placidino jogou a mulher no chão e chutou s barriga dela.

Durante todo o tempo, segundo o registrado, ele gritava que ia matar o bebê.

A vítima ainda conseguiu puxar a filha de 5 anos e correr para fora do apartamento.

Como o agressor achou que ela tinha se escondido na casa do vizinho, ainda pegou um extintor de incêndio e passou a danificar a porta e tentar arrombá-la para entrar.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



O marido da vizinha também foi agredido por Diogo.

Quando Diogo percebeu que a mulher não estava lá, voltou para casa, e quebrou tudo que pode dentro do apartamento do casal. Ele quebrou vaso sanitário, pia, fogão, geladeira, entre outros objetos.

O rapaz  ainda tentou fugir com a chegada dos Guardas Civis Municipais, mas foi contido e reafirmou que ia matar a esposa e o filho que ela carregava no ventre.

Digoo foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio, lesão corporal dolosa, tentativa de aborto e dano qualificado – violência doméstica – e apresentado em audiência de custódia.