O homem que foi baleado e pediu ajuda na Santa Casa na noite de quarta-feira, dia 8, foi identificado como Adriano Bueno, de 44 anos. Ele era procurado pela Justiça mineira.

A princípio, homem ele tentou se identificar como Luiz Carlos e disse que não se lembrava o sobrenome.

Ele chegou no hospital a pé e sozinho, dizendo que tinha sido baleado quando ia para a rodoviária pegar um ônibus para a cidade de Munhoz e desmaiou na recepção.

O caso foi registrado no Plantão Central da Polícia Civil e os policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) passaram a investigar o caso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



Os policiais civis da DIG se dirigiram ao hospital e em conversa com o ferido, apuraram que na realidade o nome do mesmo era Adriano Bueno.

Ele deu nome falso, poque é  procurado da Justiça em razão de mandado de prisão expedido pela comarca de Três Corações/MG.

O caso continua sendo investigado.

Ainda não se sabe como ele foi baleado, nem quem foi o autor ou autores do disparo.

Diante do fato de ser procurado, Adriano permaneceu sob escolta policial e após alta médica, será recolhido à cadeia.