Um homem preso no último dia 7 de maio acusado de ameaçar a ex-namorada e  liberado no dia seguinte, comprou uma nova machadinha e confessou que sua ideia era realmente matar a moça.

Ele foi novamente detido no final da manhã de segunda-feira, 14, quando a  Polícia Militar localizou um veículo abandonado em um matagal em Bragança Paulista. Tratava-se de um Hyundai/I30, preto, de placas EJK-3112/SP.

O carro apresentava sinais de disparo de arma de fogo e dentro do veículo e no interior do mesmo os policiais encontraram uma machadinha e uma carreira porta-funcional do Exército.

O dono do veículo, um homem de 34 anos, não soube explicar porque portava tais objetos e nem o porque dos sinais de disparo de arma de fogo no carro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Diante disto, ele foi levado para o Plantão Central da Polícia Civil. Lá os policiais constaram que dias antes, o homem já tinha sido preso em flagrante por violência doméstica.

O caso aconteceu no dia 7 de maio, quando ele ameaçou a ex-namorada, que trabalha em uma padaria. Na ocasião, ele inclusive tinha um taco de baisebol e  machadinha dentro do carro.

Apesar de ter sido preso na oportunidade, o homem foi solto no dia seguinte à prisão e voltou a ameaçar a ex-namorada. Durante a semana, a mulher já tinha registrado nova ocorrência contra ele na delegacia.

Quando os policiais o detiveram com o carro com sinal de tiro, encontraram a moça justamente na Delegacia de Defesa da Mulher, novamente registrando ocorrência contra ele, por causa das novas ameças, feitas inclusive por -e-mail.

O homem confessou as ameaças, dizendo que tinha comprado outra machadinha e que realmente pretendia matar a ex-namorada.

Ele foi autuado em flagrante por ameaça e porte de arma branca – violência doméstica – e descumprimento de medida protetiva e apresentado em audiência de custódia.

Deixe uma resposta