Na tarde de segunda-feira, dia 27, a Polícia Militar deteve Fábio José Brasílio, mais conhecido como “Fabinho”, que vinha causando pânico aos moradores do Bairro do Bom Retiro e Água Comprida, Zona Rural do município.

De acordo com o registrado, policiais da Equipe Delta da PM tinham informações de que Fabinho, estava traficando drogas na Zona Rural e que causava pânico aos moradores, os aterrorizando com um revólver calibre 38.

Segundo as denúncias o rapaz, efetuava disparos para intimidar as pessoas e além de comandar o tráfico no bairro, provavelmente estaria envolvido em roubos ocorridos na área rural.

Com estas informações os policiais intensificaram o policiamento pelo bairro e encontraram Fabinho, logo na entrada do Bom Retiro.

Ele foi então abordado e revistado.

Com ele nada foi encontrado, porém indagado sobre as denúncias, bem como seu endereço, o mesmo ainda tentou fornecer informações contraditórias.

Ao perceber, entretanto, que os policiais já sabiam seu verdadeiro endereço, Fábio acabou confessando que lá os policiais encontrariam drogas e arma.

Os policiais foram então até a residência de Fabinho, na Rodovia Padre Aldo Bollini, e lá encontraram sobre uma cômoda 29 porções de cocaína e 11 porções de maconha.

Na primeira gaveta da cômoda,  os policiais encontraram um revólver calibre 38, cromado, com 6 munições intactas e ainda mais 15 munições soltas.

Também foram apreendidos no  local  R$274,00 e €10,00.

Ao retirar a última gaveta da cômoda, os policiais encontraram também uma balança de precisão, uma sacola contendo diversos eppendorfs vazios e também diversas embalagens plásticas, além de uma máscara estilo “pânico”, possivelmente utilizada em roubos.

O acusado de tráfico assumiu a propriedade das drogas, disse que elas seriam comercializadas no bairro e informou ainda que comprou a arma de um desconhecido por  R$ 1 mil.  Confessou também aos policiais militares que o intuito do armamento era efetuar roubos, a fim de levantar dinheiro para investir em drogas.

Diante disto, ele foi conduzido ao Plantão Central, autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.