Homem que morreu afogado no Lago do Taboão era morador de rua, segundo registrado na Polícia Civil. Corpo foi encontrado hoje.

Na tarde desta terça-feira, 1º, o Corpo de Bombeiros localizou no Lago do Taboão, o corpo de Márcio Diniz da Silva, de 47 anos. Segundo o registrado no Plantão Central da Polícia Civil, ele era morador de rua e seus familiares não foram localizados.

O corpo foi encontrado por volta das 14h, mas o afogamento na realidade aconteceu no dia anterior.

Na oportunidade, testemunhas acionaram o Corpo de Bombeiros já que viram o momento em que ele entrou no lago, onde é proibido nadar, e depois de nadar por alguns minutos, pediu ajuda.

Mesmo com a forte chuva que caiu em Bragança Paulista, logo em seguida que ele se afagou. o Corpo de Bombeiro realizou buscas no local, mas não localizou a vítima. As buscas pelo corpo foram suspensas durante a noite e retomadas hoje pela manhã.

Foram cerca de 9 horas de trabalho do Corpo de Bombeiros até a localização do corpo.

A perícia esteve no local e o corpo do morador de rua foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para realização dos exames necessários.

Este não é o primeiro morador de rua que morre afogado no Lago do Taboão. Em julho de 2019,  Waldemar Borges da Silva Filho, de 35 anos morreu afogado, após pular no lago por causa de R$ 10,00 e um litro de pinga.

Afogamentos

Este ano, são pelo menos quatro mortes por afogamento registradas em Bragança Paulista.  No feriado de 7 de setembro um jovem de 16 anos, faleceu na Represa do Rio Jaguari.

Além disso, uma criança de 9 anos e um homem, de 58 anos morreram afogados  no dia 26 de setembro em um lago na zona rural de Bragança Paulista.

De acordo com a lei nº4425, de 9 de junho de 2014, é proibido nadar, bem como praticar esportes náuticos, com embarcações motorizadas, nos lagos e lagoas urbanas do município de Bragança Paulista, exceto em eventos monitorados por profissionais.

A proibição tem dois objetivos: evitar que os munícipes entrem em lagos impróprios para banho bem como evitar afogamentos.

Nadar em lagos, onde não há acompanhamento de profissional habilitado para salvamentos pode ser tão perigoso como arriscar se banhar no mar ou na represa.

MAIS NOTÍCIAS POLICIAIS

Para ficar sempre por dentro das últimas e principais notícias policiais de Bragança Paulista, aliás, é muito fácil. Basta você acessar os links:

https://bragancaempauta.com.br/category/policia/
https://www.facebook.com/policiaempauta

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

Deixe uma resposta