Homicídio em Piracaia

Um homem de 54 anos foi assassinado a socos e pontapés na cabeça em praça pública na noite de domingo, 9. O homicídio em Piracaia, aconteceu por volta das 23h56. Edson Domingues, de 54 anos, ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ele foi levado à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos principalmente na cabeça e faleceu.

Conforme o registrado na Delegacia de Atibaia, a Polícia Militar foi acionada porque estava acontecendo uma briga na Praça do Rosário, em Piracaia. Imediatamente, os policiais se deslocaram para lá.

Na sequência  populares informaram à PM que o homem que tinha sido socorrido pelo SAMU foi agredido por um indivíduo conhecido como “Ninha”.

A prisão do acusado de homicídio em Piracaia

Os policiais localizaram o acusado, que confessou o crime. Ele entretanto, deu várias versões do ocorrido, sempre, alegando que agiu em legítima defesa. Primeiro justificou que havia batido na vítima, pois teria sido atacado pela mesma. Disse ainda que Edson Domingues,  estaria acompanhado de outro homem e que, por isto teve que se defender.

Depois, mudou a versão. Disse que a vítima havia mexido com sua mulher e que ele perdeu a cabeça por isto.

“Ninha” foi detido e conduzido à delegacia de Atibaia, onde foi autuado em flagrante por homicídio. Nesta segunda-feira,10, ele deve ser apresentado em audiência de custódia.

A PM conseguiu imagens do homicídio em Piracaia junto à uma padaria que fica bem em frente a praça.

Nas imagens, aparece um homem pisoteando a cabeça da vítima. Aparentemente este homem é “Ninha”. A identificação é possível  pela suas tatuagens das costas, corte de cabelo, porte físico e roupas que usava no momento da agressão e prisão.

Conforme o apurado pelo jornal Bragança Em Pauta, o vídeo mostra a vítima já caído no chão. Em seguida o agressor chuta sua cabeça por diversas vezes.