Imposto de Renda: não deixe para declarar  na última hora

Começou no dia 1º de março, o prazo para declaração do Imposto de Renda e o advogado Rodolfo Prado, especialista em direito tributário recomenda que você não deixe pra fazer a entrega da declaração na última hora. O prazo final vai até o dia 30 de abril.

“Todo ano é mesma coisa: muita gente acaba deixando para última hora e acaba não conseguindo entregar a declaração a tempo, porque falta documentação, por exemplo”, afirma o advogado.

O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo paga uma multa de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo é de 20% do imposto devido.

Ele esclarece ainda que o contribuinte pode fazer sua própria declaração, baixando o programa no site da Receita Federal, mas indica que procure um especialista no assunto, para não correr riscos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Rodolfo Prado, alerta que em tempos de crise, é sempre bom entregar a declaração antes porque quem entrega primeiro recebe também a restituição a partir de junho. “Se o cidadão tem direito à restituição e está precisando de dinheiro, deve entregar o IR o mais rápido possível, para receber a restituição o quanto antes”, disse lembrando ainda que idosos e portadores de doença grave ou deficientes sempre tem prioridade.

Quem deve declarar o IR?

Rodolfo Prado, explica que deve declarar o IR quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017.

Os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil em 2017 também tem que fazer a declaração, assim como as pessoas que tem R$ 300 mil em bens.

Quer mais dicas sobre o IR? Acesse a página do advogado Rodolfo Prado no facebook: https://www.facebook.com/pradoadvo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *